Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Geral > 21 de Setembro

21 de Setembro

Geral por Betty Silberstein em 2015-09-20 13:55:29

O Dia Nacional de Luta das Pessoas Deficientes foi instituído em 1982. Foi escolhido o dia 21 de setembro pela proximidade com a primavera e o Dia da Árvore, numa representação do nascimento das reivindicações de cidadania e participação plena em igualdade de condições.

Esta data é comemorada e lembrada todos os anos em todos os estados; serve de momento para refletir e buscar novos caminhos e como forma de divulgar as lutas por inclusão social às vítimas diárias do descaso, do preconceito, da discriminação, seja essa deficiência física, mental ou sensorial (cegos e surdos-mudos).

A ideia é estender a preocupação com portadores das mais diferentes deficiências físicas para muito além de rampas, banheiros adaptados, vagas reservadas, pisos podotáteis.  É preciso que as medidas dedicadas a esses cidadãos se estenda para a cultura, diversão e arte. Ou seja: teatro acessível, audiodescrição, closed caption, respeito à diversidade, escola bilíngue, reconhecimento da Língua Brasileira de Sinais (Libras), e muito, muito mais... Afinal, os direitos reivindicados pelos portadores de deficiência não deixam de ser simples: ir e vir pelas ruas das cidades, frequentar lugares públicos sem a obrigação de entrar pela porta dos fundos, ou assistir a espetáculos na última fileira, por não haver espaço acessível a uma cadeira de rodas. Seriam reivindicações simples se houvesse, por parte das empresas e do poder público, uma atenção especial ao que é indispensável para que os deficientes possam viver mais dignamente.

O debate sobre a inclusão e a acessibilidade está em pauta no país.  Não há como negar a evolução no tratamento das pessoas com deficiência por parte do Estado e da sociedade organizada. A legislação brasileira sobre o tema evoluiu muito nos últimos anos, sendo considerada uma das mais avançadas do mundo.

Importantes conquistas nas áreas de educação, saúde, lazer, no acesso ao trabalho e nos meios de transporte já foram adquiridas. Mas, ainda falta muita coisa.  Falta respeito, falta acessibilidade, faltam políticas públicas inclusivas.

Os dados (nem sempre confiáveis) do Censo 2010 apontaram que 45 milhões e 600 mil pessoas possuem algum tipo de deficiência no país, ou seja, 24% da população brasileira.  A realidade mostra que ainda somos um país pouco acessível e nem sempre inclusivo.  É necessária uma mudança estrutural na sociedade, e no modo como ela percebe, vê e trata os diferentes.

Mais do que um dia de luta, 21 de Setembro é dia de refletir e buscar novos caminhos para inclusão social trazendo igualdade para todos os cidadãos.

Faça sua parte. Aceite – e ajude! – o diferente!

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também