Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Cultura > Jocy de Oliveira em Diálogo com cartas

Jocy de Oliveira em Diálogo com cartas

Cultura por Alberto Araújo em 2015-09-29 14:07:24

                

01 de outubro - 21h - Teatro da UFF - Jocy de Oliveira em Diálogo com cartas

 

O espetáculo Diálogo com cartas, da compositora Jocy de Oliveira, é a atração musical do dia 01 de outubro, no Teatro da UFF, dentro do projeto "Interculturalidades - Mitologias, Territórios, Reexistências", produzido pelo Centro de Artes UFF. Este espetáculo é uma leitura dramática, feita por Jocy de Oliveira, com música ao vivo e projeção de imagens, a partir de seu  livro homônimo lançado recentemente, e conta ainda com a participação da soprano Gabriela Geluda. Ingressos a R$30 (inteira) e R$15 (meia).

 

Diálogo com cartas, o espetáculo, assim como o livro homônimo, resgata trechos de cartas inéditas de alguns dos mais importantes compositores do século XX, como Igor Stravinsky, Robert Craft, John Cage, Luciano Berio, Karlheinz Stockhausen, Iannis Xenakis, Eleazar de Carvalho, Claudio Santoro, Lukas Foss, Robert Craft e Olivier Messiaen, trocadas ao longo de décadas com a compositora brasileira. Essa correspondência inédita expõe ideias, vivências e realizações desses grandes nomes, entremeadas por observações da autora, contextualizando fatos e explicando circunstâncias. Em cena, os vídeos ilustram sua narrativa com páginas do livro, execuções musicais e depoimentos dos compositores abordados por Jocy de Oliveira de forma intimista e ao mesmo tempo instigante. Ao final, a soprano Gabriela Geluda interpretará a ária Balada de Medea, extraída da ópera Kseni - a estrangeira, de Jocy de Oliveira, estreada em 2005, na Alemanha, e em 2006, no Rio de Janeiro.

 

O espetáculo também revela momentos históricos, musicais, pessoais, tocantes e até tiradas de humor, entre os anos 1960 e 1980, no cenário da música contemporânea. Jocy, que foi solista em duas ocasiões sob a batuta de Stravinsky, recebeu, na qualidade de pianista e amiga, peças especialmente escritas por compositores como Luciano Berio, John Cage, Iánnis Xenakis e Claudio Santoro. Importante ressaltar que Jocy gravou para os selos Vox e Polygram dos EUA, como pianista, grande parte da obra de Olivier Messiaen, trabalho que ainda hoje é distribuído pelo selo internacional NAXOS.

 

Participam do espetáculo Diálogo com cartas: Jocy de Oliveira (autora/narradora), Gabriela Geluda (soprano) e Marcelo Carneiro (difusão e coordenação técnica).




04 de outubro - 10h30 - Cine Arte UFF - Histórias do Brasil em canto e verso

 

O espetáculo musical Histórias do Brasil em canto e verso, com a cantora Magda Belloti e o ator Sergio de Paula, é uma das atrações musicais do dia 04 de outubro, no Cine Arte UFF, dentro do projeto "Interculturalidades - Mitologias, Territórios, Reexistências", produzido pelo Centro de Artes UFF. Idealizado por Magda Belloti e Robson Leitão, responsável também pelo roteiro, Histórias do Brasil em canto e verso mostra várias facetas do Brasil, através de canções e textos, que dialogam entre si. No palco, estarão também o pianista e diretor musical Evandro Rodriguese, o violoncelista Diogo Moura e o percussionista Ayres D’Athayde. Ingressos a R$20 (inteira) e R$10 (meia).

 

Criado por Magda Belloti e Robson Leitão, o espetáculo Histórias do Brasil em Canto e Verso mescla cantigas, canções e sambas consagrados com textos escritos por conceituados autores brasileiros. Assim, entre uma música e outra interpretada por Magda Belloti, que encarnará a fictícia cantora Lucy Andrade, textos de Pero Vaz de Caminha, José de Alencar, Mário de Andrade, Graciliano Ramos, Antonio Bulhões, Carlos Drummond de Andrade, Jorge Amado e Manuel Bandeira, entre outros, serão apresentados pelo ator Sergio de Paula, na pele do intelectual, também ficcional, Pedro Costa.

 

Esse diálogo, músico-textual, será a linha-mestra do espetáculo que irá se construindo ao longo de quase 80 minutos, diante dos olhos e ouvidos do público. Um jogo instigante e bastante lúdico entre literatura e música que pode ajudar a despertar ou produzir novo entendimento para antigas músicas e, até mesmo, para antigas histórias sobre o Brasil que “começou” lá pelos idos de 1500.

 

Entre as músicas selecionadas estão História do Brasil, de Lamartine Babo, Brasil pandeiro, de Assis Valente, Você já foi à Bahia?, de Dorival Caymmi, Trenzinho do caipira, de Heitor Villa-Lobos e Ferreira Gular, Copacabana, de João de Barro e Alberto Ribeiro, Romaria, de Renato Teixeira, Mucuripe, de Belchior, Canto das três raças, de Paulo César Pinheiro e Mauro Duarte, Sampa, de Caetano Veloso, juntamente com outras que ajudarão a compor um multifacetado (e não poderia ser diferente!) retrato musical desse Brasil de tantas histórias.




Apoio e divulgação:







Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também