Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Eventos > Visitas da Biblioteca Braille Dorina Nowill em Semana inclusiva

Visitas da Biblioteca Braille Dorina Nowill em Semana inclusiva

Eventos por em 2015-10-25 16:07:59

 Visita à Escola Classe  10 de Taguatinga - DF
Dia 01/10/15, a equipe da Biblioteca Braille Dorina Nowill  (BBDN) visitou  a Escola Classe 10 de Taguatinga: Dinorá, Leonilde, Renata, Tânia (voluntária) e os deficientes visuais (DVs): Edna,  Noeme, Epifânia, André, Veridiano, Márcia.
 Renata Gomes, a mais nova funcionária da Biblioteca, descreve de uma maneira muito significativa esse novo trabalho: " vejo no convívio, hoje, escolhido por mim, uma grande oportunidade para dar e receber, pois no dia a dia aprendo com eles muito mais, vejo nas pequenas coisas que um vidente tem todas as oportunidades de ser feliz, porém não é isso que vivemos. Um deficiente que tem muito mais esforço para se impor numa sociedade cheia de preconceitos, vive livre e feliz, porque com os seus instintos aguçados para poder compensar a visão, se abrem muito mais para sentir e amar, são mais unidos e buscam um no outro o apoio necessário para serem pessoas que apenas escolhem viver e conviver.
Nas pequenas atitudes, vejo o quanto um deficiente é livre; o André e Epifânia, dentro das suas limitações, dançam para a vida e para si mesmos, não para os outros, porque se permitem sentir o que a música transmite. Senti isso quando me emocionei com a dança dos mesmos; para eles,  naquele momento, não importava o olhar dos outros, eles apenas sentiram e tiraram de nós o melhor que cada um tem, a sensibilidade da vida, da dança e do amor. Esses sentimentos, poucas vezes olhamos ou nos permitimos sentir, pois estamos sempre presos ao que o outro vai dizer.
Fazer parte da Biblioteca Braile Dorina Nowill é um presente de Deus, pois posso, todos os dias, olhar mais para o sentir e ver o quanto somos iguais na sociedade. O que nos separa é apenas um detalhe, a visão, eles apenas não enxergam, mas usam todos os outros sentidos melhor do que qualquer um que enxerga."
Ainda, de acordo com Renata, que se responsabilizou por esse relato, o que ocorreu na Escola 10 foi: 
" Rocha declamou um poema da sua autoria, com a alma de uma criança que revive a infância.
Edna, Tânia, Noeme, Márcia. eu e Veridiano tivemos a oportunidade de apresentar, por meio de uma dança de roda, como somos gratos à vida e de como é bom reviver a infância leve e desprendida de tudo, em duas músicas:  uma é 'agradeço à vida sempre, agradeço novamente' e a outra música foi 'escravos de Jó.
Dinorá mostra ao mundo e a quem quiser ver o  quanto é lindo se fazer conhecer, ela é incansável e extremamente amorosa com a família Braile, é assim que somos, unidos pela alma da escrita e encantadores por meio dos seus livros e histórias."

 Visita à Escola Classe  302 Norte - Brasília - DF
Dia 06/10/15, nós, da Biblioteca Braile Dorina Nowill, visitamos a Escola Classe 302  Norte: Dinorá, Noeme DV, Leonilde, Epifânia DV e André DV.
De acordo com Leonilde Fontes, coordenadora da Biblioteca Braille e responsável por esse relato "a  inclusão se faz em todos os meios, dentro e fora de nosso espaço, levá-la às escolas é um grande prazer, compartilhar nosso dia a dia com professores e alunos é uma oportunidade de contagiar as pessoas no sentido de conhecer o mundo com um novo olhar".
E Leo, como carinhosamente a chamamos, prossegue no seu relato:
"Noeme, com alegria e disposição convida os alunos para 'fazer parte' de um despretensioso teatrinho que ousa falar de inclusão sem moralismo ou doutrinação, do livro: 'Uma Joaninha diferente' , de  Regina Célia Melo; sai uma singela demonstração de aceitação do diferente. Aínda declamou sua poesia: Meu nome é Noeme,  emocionando a todos.
André é um deficiente visual atrevido e apaixonado pela vida com o que aprendeu de dança na BBDN, criou duas coreografias com seus respectivos figurinos e nos brindou com sua parceria bailando elegantes pelo salão, ele e Epifânia.
Dia de festa para a escola e para nós, gratos pelas agradáveis oportunidades que nossas escolas nos dão".

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Maria Lenir Alves Ribeiro

Lindos os depoimentos dos deficientes visuais! Suas sábias palavras... emocionantes, brilhantes e sinceras! Aprendo a refletir minha vida!!! Parabéns à Equipe da Biblioteca Braile Dorina Nowill! Lindo trabalho! Que Deus continue iluminando todos os envolvidos, em especial a nossa querida Dinorá Couto Cançado e Leonilde Maria Fontes Freita; expoentes quando o assunto é Cultura e Inclusão Social. Linda reportagem!Que o sucesso continue... Abraço e obrigada por essa abertura do excelente Jornal Sem Fronteiras.

Publicidade

Veja também