Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > Sílvia Rabelo

Sílvia Rabelo

Literatura por Selmo Vasconcellos em 2016-02-05 23:38:00

                

BIOGRAFIA

Silvia Maria Rabelo Costa, nome artístico Silvia Rabelo– 20 de fevereiro de 1955, Rio de Janeiro, Bangu.

Filiação – José Medeiros Costa e Evaneyde Rabelo Medeiros Costa

Formação escolar se deu entre Goiânia, Brasília, Aracaju, São Paulo e finalmente Rio de Janeiro me formando em Arquitetura de Interiores em 2013. pela Universidade Estácio de Sá.

ENTREVISTA

SELMO VASCONCELLOS – Quem é e o que faz Sílvia Rabelo dentro e fora das artes plásticas?

SILVIA RABELO - Quem sou não tenho a menor ideia, dentro das artes plásticas faço arte, fora, traquinagem

SELMO VASCONCELLOS – Quando e como você descobriu sua vocação para às artes plásticas?

SILVIA RABELO - Fui criada dentro do ateliê da minha mãe, artista plástica, cantora e poeta de fino trato, lá pelos meus 5 anos de idade consegui ganhar minha primeira tela, pincéis e tintas, tratei logo de pintar um nu artístico, minha mãe entre orgulhosa e constrangida pintou um véu nas partes do meu nu, aquilo me chamou atenção, me fisgou e tomei gosto pela coisa

SELMO VASCONCELLOS – Onde e quando você expôs seus trabalhos?

SILVIA RABELO – :

1970 – aos 15 anos de idade, primeira exposição com desenhos, Galeria – NA9 , São Paulo

1975 – Grupo “Circo Mágico do Sertão” com Tavinho Paes e Luiza Olivetto, grupo que saiu borboleteando pelo Rio e nordeste, apostando no improviso.

1978 – Coletiva de pinturas junto aos artistas do Vidigal, no Centro de Artes do Vidigal

De 1980 a 1984 – Oficina de música e artes plásticas no Morro de Santa Tereza

1982 – Exposição “Um Marrom Uma Rosa” com Jorge Crespo no mezzanino do Metrô da Carioca

1983 – Assistente de Luiza Olivetto , cenário e figurino da peça Cristal de José Mauricio Macklin

1987 a 1992 – Trabalhei com Zanine Caldas desenvolvendo marchetaria para seus movies

1987 a 1994 – Atuei em escolas de samba ( Império Serrano, Mocidade Independente de Padre Miguel, São Clemente e Imperatriz Leopoldinense ) como colorista com Jorge Crespo.

1995 – Retirada estratégica para Búzios

2008 – Retorno à civilização, ingresso na Universidade Estácio de Sá e curso Arquitetura de Interiores

2010 – Exposição na FESP com Sandra Fioretti

2011 – Exposição Santa Teresa de Portas Abertas

2012 – Exposição Santa Teresa de portas Abertas

2012 – Exposição Encontros na FESP com Sandra Fioretti

2012 – Participação com pintura na Folhinha Poética do Mané Do Café

2014 – Participação com poema na Folhinha Poética do Mané do Café

2015 – Projeto Charutinhos do Mané Do Café com poema

 

SELMO VASCONCELLOS – Quais as figuras marcantes do universo das artes plásticas que exerceram de certa forma influências em sua vida como artista plástico?

SILVIA RABELO – Wassily Kandinsky

SELMO VASCONCELLOS – A pintura que você faz pode ser inserida dentro de qual estilo?

SILVIA RABELO – Minha pintura é ininserível, mas para ela não ficar isolada inventei o apelido Abstrato Popular, que por enquanto só tem eu no movimento

SELMO VASCONCELLOS – Como surgiu seu interesse literário?

SILVIA RABELO - Mãe, Pai, irmãos, tios, primos…todo mundo ligado em literatura, mamãe sempre recitava poemas pra mim.

SELMO VASCONCELLOS – Quantos e quais os seus livros publicados?

SILVIA RABELO - Publiquei um livro de poesia em 1978 junto com meus irmãos e outros poetas DO LADO DE CÁ A PORTA, DO OUTRO LADO…

SELMO VASCONCELLOS – Qual (is) o(s) impacto(s) que propicia(m) atmosfera(s) capaz(es) de produzir poesias?

SILVIA RABELO - A própria vida é uma poesia com erros e acertos.

SELMO VASCONCELLOS – Quais os escritores que você admira?

SILVIA RABELO - Matsuo Basho, Baruch Espinoza, Mano Melo, Tavinho Paes, e todos os outros que todo mundo gosta.

SELMO VASCONCELLOS – Qual mensagem de incentivo você daria para os novos poetas?

SILVIA RABELO - Minha mensagem está contida nas coisas que escrevo, costumo dizer que minha goela nervosa pode tudo, ou quase tudo, xingar a mãe dos outros não pode, talvez isto seja uma mensagem.

SELMO VASCONCELLOS – Qual é o seu grande objetivo no momento?

SILVIA RABELO – Tem uma produtora cultural de Brasília que se engraçou com minhas falas e está preparando um livro. No mais, continuar viva, procurando saber o que vou ser quando crescer. Dizem que quem procura acha. Vamos ver.

POESIAS

 

deus

não

asas

a cobra

se

desse

traçaria

meu

destino

para

participar

da comissão

do prêmio

nobel

criaria

a categoria

“princípio

do prazer

e o

primeiro

a ganhar

seria

o inventor

da banana

amassada

com

aveia

e mel

 

****

 

fazer

amor

na rede

aquele

barulhinho

de gancho

na parede

ahahah…

fazer

amor

na rede

perto

da parede

pra balançar

com o pé

ahahah…

fazer

amor

na rede

quem

já fez

sabe

o que é

se bobear

rola

até

sexo

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também