Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Geral > PROJETO GOTTA - exemplo de ativismo cultural e compromisso com o incentivo à leitura

PROJETO GOTTA - exemplo de ativismo cultural e compromisso com o incentivo à leitura

Geral por Sandra Hasmann em 2016-04-07 22:06:56

PROJETO GOTTA

(Grupo Oficina de Textos Terra da Alegria)

 

O QUE É         

      O projeto Gotta (Grupo Oficina de Textos Terra da Alegria) é um grupo de leitura, contação de histórias, trovas e poesias o qual  integra-se ao trabalho educativo da Escola Municipal Profª Sebastiana Machado Silva, situada no bairro do IPS, sob a  atuação da professora Ana Lucia Souza.

O Gotta criado em março de 2009, é formado por um grupo de 25 alunos em média, alunos e ex-alunos da referida escola municipal e da comunidade em geral, com faixa etária entre 07 a 17 anos. A ação começou com apenas um integrante, e a arte ler, contar histórias e poesias rapidamente contagiou outros alunos. Em suas apresentações, o grupo beneficia aproximadamente um público de 300 a 600 pessoas, incluindo crianças, jovens e adultos.  Em apresentações à outros municípios já atendeu um universo aproximado de 1.000 pessoas.

Os integrantes do grupo realizam leituras literárias e estudos sobre arte e técnicas de contar histórias e declamar poesias e trovas, ensaios e pesquisas sobre diversos autores. Os alunos customizam seus próprios figurinos com material e peças recicladas e de doações, pois o grupo atua sem fins lucrativos.

Cumpre sublinhar que, o Gotta iniciou suas apresentações dentro da própria unidade escolar, mas ampliou sua atuação para eventos externos, a pedido das outras instituições de ensino. De março de 2009 até a presente data, o grupo Gotta participou de cerca de mais de 1.000 eventos sociais em âmbito municipal e estadual, inclusive muitos deles premiados.

Eis alguns prêmios:

Em 2009, Troféu de melhor atriz no Festival de Teatro de Campos para a 1ª integrante Paola Barreto.

Em 2010:

·         Troféu de 1º lugar no “Papo Reto” para o Grupo Gotta (um projeto cultural de grande importância em Campos).

·         Troféu de 1º lugar para Sandy Freitas no Festival de Poesia sobre o Meio Ambiente. 

Em 2011: 

  • Recebeu o Prêmio Rio Sociocultural no Teatro João Caetano no Rio. 
  • Recebeu o troféu de melhor atriz coadjuvante no Festival de Teatro da Cidade a integrante Viviane Crespo.
  • Receberam Certificado na Academia Campista de Letras por declamarem poesias de autoria própria as integrantes: Andreza Deodato, Paola Barreto e Sandy Freitas.

 Em 2012:

  • Troféu de 1º lugar mais uma vez com o “Papo Reto” fazendo a escola bi- campeã deste projeto cultural.
  •  Certificado “Os Melhores de 2012” do Congresso de Sociedade de Cultura Latina- Seção Brasil para todos os alunos do projeto.
  • Certificado de melhor atriz na categoria infanto-juvenil para Paola Barreto.
  • Medalha do Congresso Sociedade Cultura Latina – Seção Brasil para Paola Barreto.
  • Medalha e Diploma para a Professora Ana Lucia de Souza do Congresso Sociedade Cultura Latina – seção Brasil como “Intelectual do ano”.        
  • 2º lugar no FestCampos Estudantil de Poesia Falada para Julia Ladislau e Juliana Ladislau.
  • Certificado da União Brasileira de Trovadores – Seção Campos pelas mãos da Presidente da UBT Neiva Fernandes – para a Professora Ana Lucia de Souza e para o Projeto Gotta.
  •  Diploma de Honra ao Mérito por relevantes serviços prestados à Cultura Nacional do Jornal on line “Alternativo Navegando nas Poesias” do poeta e escritor Agostinho Rodrigues.
  • Certificado da Empresa Águas do Paraíba por apresentações na Semana Mundial da água.

Em 2013:

  • Certificado “Os Melhores de 2013” do Congresso de Sociedade de Cultura Latina- Seção Brasil para Julian Ladislau e Luiz Phellipe Rangel.
  • Certificado de melhor atriz na categoria infanto-juvenil para Juliana Ladislau.
  • Certificado de melhor ator na categoria infanto-juvenil para Luiz Phellipe Rangel.
  • Medalha do Congresso Sociedade Cultura Latina – Seção Brasil para Juliana Ladislau e Luiz Phellipe Rangel.
  • Troféu Baluarte das Letras e Artes para a Professora Ana Lucia de Souza pela Senadoria Cultural – Sr. Agostinho Rodrigues      
  • Certificado da União Brasileira de Trovadores – Seção Campos – Jogos Florais Ano 2013 para a Professora Ana Lucia de Souza e para o Projeto Gotta.
  •  Diploma de Honra ao Mérito por relevantes serviços prestados à Cultura Nacional do Jornal on line “Alternativo Navegando nas Poesias” Ano 2013 do poeta e escritor Agostinho Rodrigues.
  • Certificado do Colégio Paulo VI pela atuação do projeto na Semana Literária do colégio.
  • Troféu Prêmio Especial do Júri do Festin 2013 para a Professora Ana Lucia de Souza por reconhecimento do trabalho realizado na escola.
  • Troféu  Prêmio Júri Popular no Festin 2013 para o Projeto Gotta.
  • Troféu Baluarte das Letras e Artes ano 2013 para Juliana Ladislau e Luiz Phellipe Rangel pela Senadoria Cultural – Sr. Agostinho Rodrigues
  • Inclusão do Projeto Gotta no Banco de Dados da O.E.I. ( Organização dos Estados Íbero-Americanos.

Em 2014:

  • Certificado da União Brasileira de Trovadores – Seção Campos – Jogos Florais Ano 2014 para a Professora Ana Lucia de Souza e para o Projeto Gotta.
  • 1º lugar no Festival de Contação de Histórias de Campos para Luiz Phellipe Rangel
  • 2º lugar no Festival de Contação de Histórias de Campos para Paola Barreto

3º lugar no Festival de Contação de Histórias de Campos para Ana Luiza Laurindo e Milena Cordeiro.

  • 1º Lugar no FestCampos Estudantil de Poesia Falada para Luiz Phellipe Rangel.
  • 4º Lugar no FestCampos de Poesia Falada para Paola Barreto.
  • 5º Lugar no FestCampos Estudantil de Poesia Falada para Mariana Azevedo
  • Prêmio de Melhor Intérprete Festival de Contação de Histórias de Campos para Luiz Phellipe Rangel.
  • Troféu Prêmio Especial do Júri para a integrante Ana Carolina Fontes no Festin 2014.
  • Troféu Prêmio Especial do Júri para o Projeto Gotta no Festival Curta Teatro de Campos .
  • Troféu Melhor Figurino para o Projeto Gotta no Festival Curta Teatro de Campos .
  • Diploma da Academia de Letras e Artes de Paranapuã por engrandecimento da cultura nacional para a professora Ana Lucia de Souza.
  • Medalha de Mérito Cultural Austregésilo de Athaíde da Academia de Letras e Artes de Paranapuã  por engrandecimento da cultura nacional para a professora Ana Lucia de Souza.
  • Troféu do Colégio Eucarístico por apresentação para os alunos do colégio no auditório no mês da criança.
  • Medalhas de honra ao mérito para os integrantes Maria Eduarda Barreto, Ana Luiza Laurindo, Carlos Gabriel Setti, Mirella Moraes, Milena Cordeiro.

Em 2015:

·         Medalha Hours Concours pelo CSCL para a professora Ana Lucia Souza – Seção Brasil na Casa de Cultura Maria Beatriz em Lage de Muriaé – RJ

·         Certificado de Revelação Cultural para a aluna Maria Eduarda Barreto  pelo Congresso Sociedade de Cultura Latina.

·         Certificado de Revelação Cultural para a aluna Mirella Moraes  pelo Congresso Sociedade de Cultura Latina.

·         Certificado de Revelação Cultural para a aluna Ana Luiza Laurindo  pelo Congresso Sociedade de Cultura Latina.

·         Certificado de Revelação Cultural para a aluna Milena Cordeiro  pelo Congresso Sociedade de Cultura Latina.

·         Certificado de Revelação Cultural para o aluno Carlos Gabriel Setti pelo Congresso Sociedade de Cultura Latina.


Conclusão:

 

      Assim, o projeto Gotta: os intérpretes da alegria, da E. M.  Profª Sebastiana Machado agrega-se a milhares de ações que resultam no processo de formação de uma comunidade de verdadeiros leitores e futuros poetas.

 

Porque persistir com o projeto:

Somos afetados pela gravíssima crise da educação no Brasil, é inegável que a chegada da alta tecnologia e o acúmulo de informações a que o ser humano é submetido a cada instante também têm sua parcela de culpa. As crianças são as principais vítimas desse “mal ”, o que, sem dúvida, colabora para que se jogue a leitura para escanteio. É visível a necessidade de iniciativas como a do Projeto GOTTA; que, por meio do universo literário artilizado, mostra que é possível estimular à leitura e, sobretudo, sensibilizar e humanizar crianças, jovens e até adultos para e pela Arte de ler, contar, declamar e dramatizar em lugares diversificados e especiais, distante do comum... próximo do fantástico...

Assim, o projeto “GOTTA”, oriundo de uma pequena escola municipal, agrega-se a milhares de ações inovadoras, que ainda se encontram silenciadas, mas que resultam na formação de uma comunidade de  leitores, consequentemente, transformadores da sociedade a qual pertence.

 

NOSSOS OBJETIVOS:

Formação de uma comunidade de leitores.

Democratização de textos literários referenciais.

Expansão das apresentações literárias por lugares diversificados.

Crescimento social e psicológico dos integrantes do projeto.

Desenvolvimento da autonomia moral e intelectual dos participantes-autores.

Crescimento cultural para a comunidade e comunidades vizinhas.

Transformação da sociedade por meio da formação de leitores.

 

COMO FUNCIONA O GOTTA:

Com Oficinas dinamizadoras mediadas pela professora criadora do projeto.

As oficinas acontecem durante a semana no horário contrário às aulas regulares.

Os integrantes selecionam as obras e/ou autores que irão ler e praticar e após a seleção realizam Rodas de Leituras Dramatizadas, Encenações, Contações, etc. por meio de oficinas em grupos.

A professora aplica estratégias de Contação de Histórias que as tornam divertidas e atraentes.

São utilizados recursos para enriquecer a apresentação como fantoches, objetos, figurinos adequados, maquiagens teatrais, etc.

Memorizam e personalizam o texto literário adaptando-os.

Customizam seus próprios figurinos com materiais e peças recebidas em doação.

Se apresentam internamente para a referida unidade escolar.

Fazem divulgação no blog do GOTTA, na fanpage GOTTA, site da prefeitura da cidade e região, e realizam o agendamento mensal das apresentações externas.

Socializam as leituras artilizadas em outras unidades de ensino, creches, instituições de acolhimentos à menores, asilos, praças públicas, teatros com entrada franca, etc.

Toda metodologia é mediada pela professora Ana Lucia de Souza.

 

RESULTADOS OBTIDOS ATRAVÉS DO PROJETO:

Formação de novos leitores.

Democratização de textos literários referenciais até então desconhecidos.

Expansão das apresentações literárias para outras cidades.

Crescimento social e psicológico dos envolvidos no projeto.

Desenvolvimento da autonomia moral e intelectual dos mesmos.

Humanização do sujeito por meio da leitura e da arte.

Encantamento de platéias e conquista de novos leitores.

Crescimento cultural para a comunidade e comunidades vizinhas.

Transformação da sociedade por meio da formação de leitores.

Reconhecimento e valorização da mídia local e regional. ( Jornais, Rádios, TVs, Sites culturais, entre outros.)

Envolvimento de outros alunos, pais, professores e comunidade para a realização do projeto.

 

FONTE:
Profa. Ana Lucia Souza - souza_ana_lucia@hotmail.com

 

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também