Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > Participações inclusivas no Circuito de Feiras do Livro do DF

Participações inclusivas no Circuito de Feiras do Livro do DF

Literatura por Dinorá Couto Cançado em 2016-04-20 17:23:45

 

Iniciativa da Secretaria de Cultura, com o apoio do Ministério da Cultura, as feiras de livros acontecem em 9 cidades do Distrito Federal. Autores, ilustradores e artistas, de modo geral, comparecem e conversam com os alunos das escolas públicas, o público-alvo das feiras, sempre das 9 h às 21 h.

Sob a curadoria de João Bosco Bezerra Bonfim e de Marilda Bezerra, que não medem esforços pra que tudo saia da melhor maneira possível, escritores consagrados de fora do DF já lotaram auditórios. E autores locais que, participando de um chamamento organizado pela Secretaria de Cultura, tiveram seus trabalhos reconhecidos, atuaram e atuam  na programação, contribuindo com o êxito da mesma. Muitas propostas voluntárias abrilhantaram os 3 dias de feira em cada cidade que ela já passou; destacando-se Taguatinga. A Biblioteca Braille Dorina Nowill, sediada no Espaço Cultural onde ocorreu a Feira, destacou-se com várias ações inclusivas.

Nas últimas edições, no Varjão e no Paranoá, duas ações voluntárias, para professores, com Dinorá Couto:
Criação de projetos literários/ Mostra de 50 projetos mapeados em Brasília, capital das leituras. Dia 19, terça-feira, 9 h e dia 20, 9 h no Paranoá.
Projeto viabilizado pelo FAC/SEC/GDF, a percorrer todas as Regionais de ensino, começando no Circuito de Feiras. Momentos de trocas significativas  com autores de projetos literários: Iza Antunes Araujo, Gacy Simas. Clotilde Chaparro, Leonilde Maria Fontes Fontes e João Bosco Bezerra Bonfim - o curador do Circuito de Feiras do DF.

Depoimento de Iza Antunes Araujo Valeu minha ida na etapa do Circulo de Feiras, que acontece no Varjão, assistir a apresentação que Dinorá Couto Cançado fez do mapeamento de 50 projetos de incentivo a leitura visando o público infanto juvenil. Todos sabemos que o gosto pela leitura tem que ser iniciado na infância. Só assim vamos ter jovens e adultos leitores. Dinorá foi buscar lá nos espaços de leitura das escolas exemplos de que é possível e necessário usar as salas de leitura e as pequenas bibliotecas das escolas para tornar Brasília a Capital das Leituras, nome do seu projeto. Tive a oportunidade, que me foi dada, para falar um pouco sobre o projeto Bibliotecas do Saber, promovido pela empresa de combustíveis Cascol, do qual sou voluntária. Passeie entres os estandes e puder ver o quanto a nossa produção literária dedicada as crianças está crescendo. Oportunidades como essa oferecida pela SEC/DF são preciosas para os autores e contadores de histórias se apresentarem. Gostei de saber notícias da Mala do Livro, um dos projetos mais importantes de Brasília de acesso ao livro e a leitura.

Na edição do Gama, dia 11/4/16,  duas ações de mediação de leituras: 11h - a arte de ler e criar no auditório e 14 h na Biblioteca Pública do Gama.

Depoimento de Keila Maria Oliveira Silva:  Querida Dinorá, Fiquei super empolgada com seu convite para o lançamento... espero poder ter um bom contato com você, porque você é uma pessoa extraordinária! Agradeço o livro que você me deu, a história é muito divertida! Vai render boas narrações e as crianças vão com certeza achar muito divertido! Já contei para o meu sobrinho através de um vídeo, ele mora no interior do Maranhão. Ele disse: palmas para a Dinorá! Fui ao circuito no Gama para ver a Alessandra Roscoe, mas cheguei atrasada. Se tivesse visto a palestra dela, não teria visto a sua... bom, coisas providenciais sempre surgem nos caminhos de quem persegue um sonho... seus projetos são muito interessantes, e pra dizer a verdade, sou apaixonada pelos aspectos da inclusão social.

Dia  8/4/16, na etapa Núcleo Bandeirante,  a oficina de mediação de leituras - A arte de ler e criar, com alunos do Centro de Ensino Fundamental 02 do Riacho Fundo II.

Depoimento de Maria Lenir Alves Ribeiro Do jeito que você gosta... alunos atentos e escritora em ação! Sempre conquistando corações, querida Dinorá Couto Cançado! Parabéns!! Parabéns Dinorá! Que maravilha, fico feliz em saber que a ação do NB foi excelente! Espero poder participar da próxima vez! E seu sucesso continua... Abraço, escritora querida!!!

Momentos vivenciados na etapa Guará do Circuito de Feiras do Livro do DF, em 5/4/16, com escritores do Sindicato dos Escritores do DF e dos projetos culturais do DF, foram muito significativos!

Na Feira do Livro de Taguatinga,  2 ações com a autora Dinorá: apresentação da trilogia Receita Saudável e Mostra 50 projetos mapeados em Brasília, capital das leituras. E várias propostas da Biblioteca Braille Dorina Nowill no programa: Contação de histórias, com Eliane Ferreira; lançamento do livro: O que pode ser esperança, de Válter Júnior de Melo; Teatro infantil em ação, com Noeme Rocha; Brincando de fazer poesia, com Ivan Braga; e atividades dentro da própria Biblioteca, sediada no próprio local da Feira: bate papo sobre livro em áudio, com Katilene Brito; visita permanente ao Ponto de Leitura, com Ildérica Martins; áudio-descrição com Leonilde Fontes; dicas de leituras e exposição de 50 projetos com Dinorá Couto.

Escritor do GAEB, Pedro Ivo, presente no Circuito de Feiras do DF, doou à Biblioteca Braille dois de seus títulos que já foram transcritos em Braille.

 

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também