Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Cultura > Bienal Internacional do Livro de São Paulo recebeu 720 mil pessoas em sua 23ª edição

Bienal Internacional do Livro de São Paulo recebeu 720 mil pessoas em sua 23ª edição

Cultura por em 2014-10-17 21:51:28

A Bienal Internacional do Livro de São Paulo, realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), de 22 a 31 de agosto, encerrou sua 23ª edição, a qual contou com a parceria do Sesc São Paulo que, este ano, estendeu-se à curadoria da programação cultural do evento. Somando aos da CBL, foram nove espaços, com cerca de 400 atividades, ultrapassando 1.500 horas de programação cultural e um público de mais de 400 mil pessoas, ou seja, mais de 50% do total de visitantes passaram pelos espaços culturais. Estes ofereceram apresentações de música, teatro, dança, circo, cinema, quadrinhos e debates com grandes nomes da Literatura e personalidades marcantes de nossa sociedade, como a atriz Fernanda Monte Negro, que participou da linda Cerimônia de Abertura e o intelectual Fernando Henrique Cardoso, que participou do Salão de Ideias. E uma diversidade incrível que ia desde figuras já carimbadas nas bienais como Zilraldo, Thalita Rebouças  e Regina Drummond, a músicos como Daniel, atores de TV, padres escritores, autoridades e políticos. Um exemplo disso, dentre tantos outros, foi a candidata à Presidência da República, Marina Silva e o candidato a Vice, Beto Albuquerque, terem sido recebidos pela Presidente da CBL, Karine Pansa, e por seu Diretor Executivo, Mansur Bassit, para uma visita. Democracia acima de tudo!

Jornal Sem Fronteiras esteve presente com uma equipe, composta pela Editora Geral Dyandreia Portugal, o Editor Adjunto Fábio Portugal, os Conselheiros e Colunistas José Gonzaga e Betty Silberstein, os Colunistas Maria Araújo, Cris Viviani, Sandra Hasmann, Rogério Araújo, Lucinha Lima, J.C. Bridon e Arlete Trentini e a Assessora Sem Fronteiras Mayra Soares. Além dos Parceiros Nacionais da publicação Rai D`Lavor, Dora Dimolitsas, Dinorá Cançado e Rose Rocha.

Com o tema “Diversão, cultura e interatividade: tudo junto e misturado”, o evento contou com a presença de autores e convidados nacionais e internacionais, com destaque para Cassandra Clare, da saga Instrumentos Mortais, que atraiu uma legião de fãs ao Pavilhão do Anhembi, seguido de Kiera Cass, de A Seleção, Harlan Coben, premiado autor norte-americano, o veterano Maurício de Souza e sua equipe, celebrando os 50 anos de Turma da Mônica, e a cantora Zélia Duncan, como a “Amazona” na série de apresentações chamadas de Arquétipos – fechando as cinco atrações mais procuradas da programação cultural oficial da Bienal.

            Segundo Karine Pansa, Presidente da Câmara Brasileira do Livro, o evento permite infinitas possibilidades e experimentações. “Durante a Bienal do Livro, a cultura e, especialmente a literatura, permitiu a reunião de todas as idades, tribos e faixas sociais e econômicas, todos juntos e misturados, nessa grande celebração do livro e do prazer pela leitura.”, destaca a executiva.

Em 10 dias de evento, a Bienal do Livro reuniu 720 mil pessoas  que conferiram os nove espaços do panorama cultural do evento: Arena Cultural, Cozinhando com Palavras, Escola do Livro, Espaço Imaginário, Salão de Ideias, BiblioSesc com Praça da Palavra e a Praça de Histórias, Anfiteatro e Edições Sesc.

 Jornal Sem Fronteiras teve como principal ponto de distribuição de seus exemplares o estande da Scortecci/Rebra, mas também distribuiu seus exemplares em vários outros estandes de parceiros e onde tinha seus leitores, que também são escritores lançando seus livros. Sem falar na maciça distribuição pelos corredores da Bienal e Sala de Imprensa.

No estande da UBE/SP, o JSF esteve prestigiando o lançamento do II Manifesto poético pela Paz, coletânea do Portal do Poeta Brasileiro e Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro, presidida por Aline Romariz, que reuniu vários membros , como o casal Alberto Slomp e Yara Regina Franco.

No estande da Literarte, o JSF prestigiou o lançamento do casal J.C. Bridon e Arlete Trentini  que recebeu a escritora, editora e apresentadora de TV Irene Coimbra, que levou uma caravana de Ribeirão Perto para o lançamento do casal. Na ocasião, o JSF firmou parceria com a Revista Ponto e Vírgula de Irene Coimbra: a partir de agora, irão caminhar juntos na propagação da Cultura. Irene Coimbra, inclusive, gravou o programa de TV Ponto & Vírgula no local, que pode ser assistido, acessando polo Portalwww.redesemfronteiras.com.br. Ainda no estande da Literarte, o JSF prestigiou o lançamento de Rogério Araújo (o Rofa), que lançou o livro Crônicas, Poesias e Contos Que eu Te conto... ; de Dinorá Cançado, que lançou Paçoca de Avô e os em braile Travessuras e A Pipa que tomou banho; de Roseli Hübler, que autografou O Peso do Silêncio e Fronteiras da vida; de Márcio Batalha, que lançou A vida inspira-nos; de Roberto Bispo, que lançou A presença da língua em... e de sua filha, a garota de 7 anos - Raquel Bispo -que lançou Ninguém segura essa menina!. Não podemos deixar de citar os lançamentos no local de Rai D`Lavor, que relançou 100 Anos de um pernambucano e o novo Sertão em alerta; Marcelo Fontes, que lançou Leo, um pinguim nos mares do Rio e Sílvia Buno Securato, editora da Oficina do Livro, que além de lançar as coletâneas da editora, ainda lançou Memórias de um Gaúcho, da autora Vera Melo.

Na Editora PubliTime, que é responsável pelos lançamentos dos Catálogos Consulte, além de deixarmos vários exemplares JSF para a distribuição, ainda registramos o momento do encontro com Luciana Suet (foto 30), da produção, e responsável pela parceria firmada entre o JSF e a Revista Consulte Artes.

Não podemos deixar de citar os lançamentos de duas antologias compostas por amigos muito queridos, na Editora Delicatta. A Antologia Fazendo Artes em Búzios, da organizadora Sônia Imamura que, junto com os escritores participantes, autografou os três volumes da coleção  e a Antologia Poemas à Flor da Pele, da Presidente e organizadora Soninha Porto, que sobretudo, lançou o último volume de número 8 da coleção . No local, ainda lançaram Basilina Pereira, o novíssimo A sombra das palavras e Izabelle PavesiO néctar da vida.

Em passagem pela Garcia Edizioni, onde deixamos exemplares do JSF, abraçamos Fátima Coelho,que lançou O mundo encantado das fadas Nenufar. O local também foi cenário para o lançamento deMinhAlma nua, de Flávia Assaife. Deixamos exemplares do JSF também no estande LP-Books, onde Edvaldo Rosa autografou Crônicas das minhas mães.    

Pelas mãos de nossos colunistas e parceiros, nossa publicação foi entregue em quase todos os estandes da Feira, pequenos e grandes, como o da Livraria Cultura, Grupo Editorial Record, EditoraSaraiva e muitos outros. Na foto, vemos nosso parceiro Edson Cançado registrando a entrega a um leitor, bem como a Colunista Sandra Hasmann. Além do sorriso dos leitores de todas as idades, após receberem a publicação das mãos da Colunista Lucinha Lima.

As Colunistas Maria Araújo e Cris Viviani entregaram nossa publicação para José Antônio de Vargas Dias Lopes, conhecido como J. A. Dias Lopes - jornalista, colunista gastronômico do jornal O Estado de São Paulo e sócio-proprietário da Revista Gosto - e André Boccato, Curador do espaço Cozinhando com as Palavras e responsável pelos selos: Editora Boccato, Gourmet Brazil e CookLovers.  Cris Viviani ainda entregou a publicação para José Xavier Cortez - Diretor Presidente da Editora Cortez e para a comentarista econômica da Rede Globo e Rádio CBN, Mara Luquet.  

Mas a festa mesmo foi promovida pela Editora Scortecci, que no mês de agosto completou 32 anos, e em seu estande Scortecci/Rebra, disponibilizou ao público visitante uma simpática equipe, composta por Mª Cristina Andersen, Elianet Vieira, Fernanda de Sá e outras, que atenderam a todos com grande carinho e competência. Além de Ana Cristina Mendes Perfetti, responsável pelo projeto Pingo de Letra e Escola do Escritor da editora que, ao lado de João Scortecci, também se fez presente.

 O estande da Scortecci e seus parceiros ficou belíssimo e atendeu todas as expectativas de qualidade, bom gosto e funcionalidade. Inúmeros amigos de nossa publicação lançaram suas obras lá, fazendo deste estande o campeão em reunir grandes talentos. Se tivéssemos que nomear, um a um, os livros lançados por nossos parceiros e amigos, não caberia nesta página, mas podemos citar alguns como Cris Viviane, que lançou Cultivando a paz em atitudes; Sandra Hasmann que lançou Carina, a Princesinha que não podia andarMarilina Baccarat de Almeida Leão, que lançou Em busca dos Sonhos e Andanças pela vida ; Sandra Russo, que lançou A aventura dos Livros, Ângela Ramalho que lançou Entendendo as pessoas grandes, com a ilustradora Maria Cristina Vieira; Rejane Machado que lançou O médico das floresOnde foi que nós paramos?; Hebe C. Boa-Viagem, que lançou Por conta própria – Descobrindo o mundo 2, Vivências/Experiences e Coletânea; Marilu Queiroz, que lançou Contos escritos no MetrôRose Rocha, que lançou O corredor de cetim; Bruno Black, que lançou Face a face, Eu-ser-palavra! E muitos outros. 

Não podemos deixar de citar o lançamento do livro A maçã que guardo na boca, 13º obra de João Scortecci e o Entre o ver e o imaginar, da escritora Joyce Cavalccante, Presidente da Rebra  que ainda lançou a coletânea da Associação Linda Lendas Brasileiras, com a presença de várias Rebrinhas , que ganharam as sacolinhas personalizadas do JSF. Na ocasião, também a Rebra outorgou à Presidente da CBL - Câmara Brasileira do Livro, a editora Karine Pansa, o título de Sócia Honorária da Rebra , por desempenhar seu trabalho com competência e criatividade ao longo de seu mandato, que se encerra em março de 2015.

JSF agradece aos responsáveis pelo estande Scortecci/Rebra por terem oficialmente acolhido a nossa publicação, para que neste local fizéssemos o nosso ponto oficial de distribuição na Feira. Agradecemos ainda a João Scortecci pela parceria firmada a partir de agora para novos projetos . Aguardem novidades!

Citamos, nessa reportagem, os leitores que nos enviaram convite e fizeram questão de nossa presença em seus lançamentos, mas inúmeros outros amigos escritores lançaram seus livros na Bienal de SP. Por isso, convidamos os leitores a visitarem nosso Portal www.redesemfronteiras.com.br e ver o álbum completo de fotos desta grande aventura literária.

A Bienal do Livro de São Paulo é realmente um ambiente incrível, cheio de possibilidades, de interação e união. Experiências são criadas e conhecimentos adquiridos. Uma possibilidade ímpar que não se pode desperdiçar.

 “A Bienal do Livro cumpre mais uma vez o papel de protagonizar o livro como o grande personagem da cultura e reforça mais uma vez que o evento trouxe oportunidades para a geração de novos negócios, crescimento de vendas para as editoras, capacitação profissional, discussões sobre momentos importantes da literatura no país e, principalmente, o contato do fã com seu autor favorito.”, informou Karine Pansa aos meios de comunicação, ao finalizar suas considerações sobre o balanço da Feira.


Vejas as fotos desta matéria no album deste Portal

 

 

 

Blog: http://blog.bienaldolivrosp.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/Bienaldolivrosp?fref=ts

Twitter e Instagram: @bienaldolivrosp

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Bruno Black

Queridos muito obrigado por lembrar de mim... Meu facebook novo Bruno Silva Quero assinar o jornal de vocês!!! Obrigado pelo carinho e citação do meu livro Face a face. Zap 986618011

Publicidade

Veja também