Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > Pelada poética do Leme-RJ

Pelada poética do Leme-RJ

Literatura por em 2014-10-21 01:55:04

O sarau “Pelada Poética”, realizado a mais de dez anos no bairro do Leme (RJ), organizado pelo ator e escritor Eduardo Tornagh, acontece todas as quartas feiras no Quiosque Estrela de Luz (Av. Atlântica posto 1). Esse encontro, segundo Tornagh,  é uma tradição familiar e um resgate do período onde os jovens trocavam poesia e amizades no portão de suas casas. Muito alegre, o Sarau tem um lado lúdico onde os presentes se reúnem para um convívio poético, não precisam ser convidados é só chegar! 

Esta colunista do Jornal Sem Fronteiras, Maria Araújo, e o Editora Adjunto, Fábio Portugal, fomos conferir o encontro de outubro à convite do Portal do Poeta Brasileiro, que fez deste, um evento off-encontro do oficial “V Encontro do Portal do Poeta Brasileiro”, realizado entre os dias 17 e 19 na Cidade Maravilhosa. A presidente Aline Romariz e uma caravana de acadêmicos poetas estavam presentes, prestigiando o momento.

O sarau é interessante por ser ao ar livre, com pessoas de todas as idades, onde crianças se integram com muita alegria nessa roda de contadores de história. Momentos magníficos de integração entre escritores renomados e desconhecidos é o que pode ser visto nesse encontro carismático cultural, onde os participantes escolhem seus poemas ou nos livros para recitarem tornando o ambiente agradável com gosto de quero mais. Também são vendidos no local, com preços simbólicos exemplares de poetas.

Em matéria para o “Hoje em Dia”, Elemara Duarte informa: Eduardo Tornaghi é um poeta de família. Assinando poemas ao lado das duas filhas, Carolina e Bibi, dos irmãos, Pedro e Beto, e da esposa, sempre no apoio moral, o ex-galã (protagonizou várias novelas da Globo nos anos 70) tem divulgado pelo Brasil seu primeiro livro “Matéria de Rascunho: Ensaio do/e Poeta” (R$ 30, à venda nos endereços virtuais do escritor). Aos 62 anos, é pura dedicação à arte dos versos, mas sem esquecer seu ofício inicial: “Escrever é um prazer. Mas a minha arte mesmo é interpretar”, admite. Tornaghi se cansou da fama de galã de TV e largou tudo, nos anos 1980. Televisão, hoje, muito raramente. Teatro, às vezes. “Sou um biscateiro qualificado”, brinca. E calcula: “Faço de cinco a seis coisas diferentes em arte por mês”. Reforçando a verve interpretativa,Tornaghi mantém canal no YouTube, no qual posta vídeos com leituras de poemas seus e de ícones da poesia mundial. Tudo bem produzido, mas com um toque “alternativo” que aproxima os leitores daquilo que dá vida ao poema: o saber recitar. “A edição do livro é independente e alternativa também. É o meu jeito”, frisa.

 Com seu biotipo italiano, entre 1975 e 1980, Tornaghi participou de novelas como “Dancin’ Days” e “A Moreninha”, entre outras. Seu último papel na TV foi em “O Todo Poderoso”, em 1980, na Band. Mas o reconhecimento teve “preço alto”. O artista pensa em fazer uma biografia, quem sabe em 2015.

 

Serviço:

Pelada Poética do Leme

Todas às quartas –feiras, às 19h

Quiosque Estrela de Luz

Av. Atlântica posto 1 – Leme – RJ

http://poesianoleme.blogspot.com.br/

https://pt-br.facebook.com/pelada.poeticanoleme

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Márcia Pereira

Eduardo querido, apenas continue. Muita força e muita paz! 1 beijo, da sua fã, Márcia.

Publicidade

Veja também