Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > O sucesso do V Encontro Nacional do Portal do Poeta Brasileiro no RJ

O sucesso do V Encontro Nacional do Portal do Poeta Brasileiro no RJ

Literatura por em 2014-10-25 01:07:56

O V Encontro Nacional do Portal do Poeta Brasileiro foi recheado de muitas emoções. Os poetas tiveram o privilégio de fazer a sessão solene aberta no dia 17/10, num dos locais mais belos e restritos do Rio de Janeiro, a ALERJ - Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Um local recheado de histórias e obras de arte que deixou cada um dos presentes -arrepiados.

A mesa foi composta pela presidente da ANLPPB, Aline Romariz, pela vice-presidente Ana Stoppa, pela diretora social Adriane Lima, pela secretária geral Rosana Nóbrega, representando o diretor administrativo José Luiz Pires estava o Sr. Darci Pinheiro e tomaram também seus lugares na mesa a diretora de projetos Lú Narbot e a diretora Jurídica Dilce Nery Toledo que tomaram posse nesta data juntamente com a Rosana Nóbrega.

O cerimonial foi todo conduzido pelo diretor cultural Teco Seade que o iniciou compondo a mesa para, em seguida, convidar os acadêmicos presentes, um a um, para tomarem seus lugares. Logo após, convidou a presidente Aline Romariz a proferir o discurso de abertura. Aline Romariz enfatizou a importância da participação nos projetos da academia para a valorização do poeta vivo e de se fazer presente onde o povo está levando a poesia à todos os cantos e classes sociais.

A próxima a falar foi a acadêmica Gisele Lemos que proferiu o discurso de boas vindas enaltecendo a cidade do Rio de Janeiro, lembrando os projetos já em vigor da ANLPPB e convidando todos para participarem ativamente da programação: a poesia caminha entre retas, entrelinhas, curvas e labaredas. A poesia pode ser um risco no ar que encanta por simplesmente traduzir as emoções das palavras.

A acadêmica Catarina Santos foi quem proferiu o discurso oficial abordando e relembrando o principal objetivo da ANLPPB que é a valorização do Poeta Vivo através de seus diversos projetos e da importância do poeta ir a onde o povo está, parafraseando Milton Nascimento ela disse: digo que todo o poeta deve ir aonde o povo está, levando a sua arte: música na alma!

Depois dos discursos emocionantes foi o momento da posse dos neo-acadêmicos e seus padrinhos na academia, assumirem suas cadeiras, no qual cada madrinha apresentou em breves palavras seus apadrinhados:

Madrinha Aline Romariz com a acadêmica Ilza Nascimento na cadeira de número 8

Madrinha Teresa Azevedo com o acadêmico Wagner Félix na cadeira de número 36

Madrinha Silvana Nascimento com a acadêmica Carmem Teresa Elias na cadeira de número 64

Madrinha Dilce Nery Toledo com o acadêmico Tércio Sthal na cadeira de número 28

Outro momento de extrema emoção foi a leitura do juramento dos acadêmicos proferida pela acadêmica Carla Véras.

A continuidade da cerimônia foi a entrega pela vice-presidente Ana Stoppa de prêmios de reconhecimento ao trabalho da ANLPPB através da presidente Aline Romariz originários da Itália. A presidente Aline Romariz e o diretor cultural Teco Seade também foram condecorados pela acadêmica Silvia Araújo Motta, representando Celso Dias, como comendadores humanitários da paz pelo WPO - Word Parlament office security and the peace com protocolo de Paris e da ONU.

O acadêmico Andrade Jorge recebeu o prêmio de acadêmico destaque do semestre por seu trabalho junto às escolas e o discurso de encerramento foi proferido pela vice-presidente Ana Stoppa que enfatizou que juntos podemos sempre realizar muito mais.

Após a solenidade o grupo fez um momento de confraternização num lugar típico do Rio de Janeiro: a feira de nordestino no Pavilhão de São Cristóvão.

Na manhã de sábado, 18/10/2014, o grupo tinha uma missão social proposta pela acadêmica Flávia Assaife que era conhecer a comunidade do Morro Santa Marta e distribuir livros para as crianças, bem como para as bibliotecas da UPP e da comunidade.  O grupo de poetas pode observar de perto outra realidade do povo brasileiro, subindo o teleférico até o topo do morro e descendo a pé pelas vielas. No topo do morro a acadêmica Flávia Assaife proferiu algumas palavras, a pedido da presidente Aline Romariz, explicando o motivo de todos estarem ali: É preciso que o poeta alimente não somente as almas do lado bonito da sociedade, mas ofereça o alimento, principalmente, para aqueles que não possuem muitas oportunidades, despertando o interesse pela leitura, nosso objetivo aqui é interação, conversem e descubram que temos muito mais a aprender do que a ensinar.

Para os poetas participantes esta atividade foi um momento marcante e emocionante em suas vidas como expressou a acadêmica Silvana Gonçalves: nossos encontros são sempre emocionantes e especiais, mas senti-me abençoada com a experiência rica e enriquecedora enquanto ser humano que foi estar no Morro Santa Marta.

A acadêmica Rosana Nóbrega afirma em seu depoimento: Há cinco anos pacificada pude conversar e perceber que as pessoas da comunidade acreditam na possibilidade de melhorias, a acadêmica Lú Narbot se emocionou ao ouvir de uma pessoa: Nossa, nunca ganhei um livro na vida! O acadêmico Wagner Félix disse: não imaginei como tinha aprendizado nesta experiência, um momento de suma importância.

A tarde a proposta era comparar a realidade vista no Santa Marta com o por do sol na pedra do Arpoador. Nesta atividade os poetas participantes divulgaram o trabalho da ANLPPB através de banners e declamações de poesias.

A noite o encontro foi no quiosque a beira mar na praia de Copacabana chamado Rio Carioca, um point, onde o grupo se reuniu para confraternizar, realizar seu Sarau e distribuir poesias na bandeja para o povo carioca que os recebeu de braços abertos!

Na manhã de domingo, 19/10, o grupo se reuniu no Hotel Bandeirantes em Copacabana para tratar de assuntos administrativos, lançar a V Antologia da ANLPPB e avaliar o encontro como um todo.

Na noite de sábado foram colhidos alguns depoimentos sobre o encontro: a acadêmica Ilza Nascimento disse que achou o encontro importante pelo contato com as pessoas sendo uma experiência única. Já a acadêmica Lin Quintino afirma que a grande importância dos encontros da ANLPPB está na riqueza que cada um oferece e que este do Rio de janeiro a permitiu ter um olhar ímpar, principalmente pela subida no Santa Marta. A acadêmica Carmem Teresa Elias diz que o evento primou pela diversidade da sessão solene à visita à Comunidade do Santa Marta abarcando um escopo social amplo, democrático e conscientizador.

Ressalto que todas as atividades do V Encontro do Portal do Poeta Brasileiro contou com a cobertura oficial do Jornal Sem Fronteiras nas pessoas de seus colunistas Maria Araújo e Rogério Araújo, da Representante Oficial da publicação no RJ, Flávia Assaife, dos fotógrafos oficiais Gabriel Correia e Duarte e do Editor Adjunto da publicação, Fábio Portugal. 

E assim são os encontros da ANLPPB, cheios de emoção, de acertos, de oportunidade de melhoria, mas acima de tudo repletos de um desejo sincero de levar a poesia aonde o povo está e de valorizar o poeta vivo esteja ele onde estiver...

Veja mais fotos nos Álbuns no link - Galeria de Fotos.


Por Flávia Assaife

Representante Nacional do Jornal Sem Fronteiras no Rio de Janeiro e 

Colunista Convidada desta edição

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Denise Moraes

Parabéns pelo excelente trabalho sócio-cultural. Vocês estão investindo num precioso bem, a Cultura.

Rosana Nóbrega

Parabéns, Flávia Assaife, por produzir um rico registro narrativo das atividades realizadas nesse V Encontro da ANLPPB. Agradeço a toda a equipe do Jornal Sem Fronteiras que, com muita calma e competência, registou as atividades nesses dias no Rio de Janeiro.

José do Carmo

Tenho acompanhado aqui de Rio Branco (AC) o excelente trabalho do Jornal Sem Fronteiras, e através da APA-Academia dos Poetas Acreanos, do qual sou confrade, parabenizo ANLPPB pela iniciativa. atenciosamente poeta José do Carmo

Publicidade

Veja também