Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Eventos > Convite para sessão de homenagem ao centenário de nascimento de Xavier Placer, na Academia Niteroiense de Letras. Confira.

Convite para sessão de homenagem ao centenário de nascimento de Xavier Placer, na Academia Niteroiense de Letras. Confira.

Eventos por Alberto Araújo em 2016-10-17 23:02:22

                  
A sessão alusiva ao nascimento do escritor e dramaturgo Xavier Placer será ministrada pela professora, escritora Gracinda Rosa. Na oportunidade a acadêmica discorrerá toda a trajetória intelectual-literária do acadêmico que ocupou a Cadeira 31, na Academia Niteroiense de Letras. Imperdível!!!
 
 
 
 
UM POUCO SOBRE XAVIER PLACER
 
 
 
 
Xavier Placer - escritor, poeta, ensaísta.
 
 
 
Mas vale a pena ter vindo uma vez, fitar o Sol.
Xavier Placer.
 
 
 
 
XAVIER PLACER nasceu em Niterói, no ano de 1916,  foi professor universitário (UNIRIO) e bibliotecário de profissão (BN), publicou livros na sua especialidade (pelo MEC e MA) e traduções. Principalmente dedicou-se à ficção, poesia e ensaio. Estreando com o romance  A ESCOLHA (J. Olympio, 1944), prosseguiu com DOZE HISTÓRIAS CURTAS (Agir, 1946) este "Prêmio de Contos Afonso Arinos", da ABL.
 
Logo se voltou para a prosa poética: IMAGENS DA CIDADE (Ed Margem, 1952), com prefácio de Otto Maria Carpeaux; O NAVEGADOR SOLITÁRIO (Ed Margem, 1956); O SONHADOR (Ed Margem, 1959) e LEGENDAS DA TERRA FLUMINENSE (AFL, 1960). Vieram a seguir poemas em prosa,  SILÊNCIO ADENTRO (Liv São José, 1961); NOTÍCIAS DA VIAGEM (Liv São José, 1976); SONDAGEM (Liv São José, 1977); MEMORIAL (Ed Zagorá, 1980); CLAREIRA (Ed Zagorá, 1986); MOSAICO (Letras Fluminenses, 1988); A CASA (Letras Fluminenses, 1989) e MINI-PROSAS (Letras Fluminenses, 1991). 
 
Na poesia: MINI-POEMAS (Ed Zagorá, 1978); FLOR-AÇÃO (Ed Zagorá, 1983); ELOS/EROS (Ed Zagorá, 1985); O JOVEM PAR (Ed Zagorá, 1985); SIM (Ed Zagorá, 1987); O MAR, O MAR (Ed Letras Fluminenses, 1988); CARTUNS (Ed Letras Fluminenses, 1988) e O GEÔMETRA (Ed Letras Fluminenses, 1992).
 
Seus ensaios: O POEMA EM PROSA, CONCEITUAÇÃO E ANTOLOGIA (MEC, Cadernos de Cultura, 1961); DUAS CONFERÊNCIAS: J. A. RIMBAUD e PANORAMA DO MODERNO ROMANCE BRASILEIRO (AFL, 1955); IMPRESSIONISMO NA FICÇÃO: POMPÉIA, GRAÇA ARANHA E ADELINO MAGALHÃES cap. em A LITERATURA NO BRASIL, direção de Afrânio Coutinho  (1955-59) e ADELINO MAGALHÃES E O IMPRESSIONISMO NA FICÇÃO (Liv São José, 1962).
 
Traduções: A BEM AMADA (romance), de Thomas Hardy (Ed Ocidente, 1944), FABÍOLA (romance), do Cardeal Wiseman (Ed Ocidente, 1945), UMA ESTAÇÃO NO INFERNO, de J.A. Rimbaud (Cadernos de Cultura, MEC, 1952).
 
Colaborou com contos e artigos nos suplementos literários dos jornais: A MANHÃ (Letras e Artes); O JORNAL; DIÁRIO DE NOTÍCIAS; JORNAL DO COMÉRCIO; MINAS GERAIS e O FLUMINENSE. e suplementos literários nas revistas do Rio de Janeiro: SOMBRA; LEITURA; CULTURA (MEC); JORNAL DE LETRAS; LETRAS FLUMINENSES; POESIA PARA TODOS e  BOLETIM DA ANE (Brasília, DF). O Intelectual faleceu em Niterói em 24 de março de 2008, aos quase 92 anos. 
 
 
 

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também