Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > Luis Fernando Del Valle e Grabriela Mistral em Portugal

Luis Fernando Del Valle e Grabriela Mistral em Portugal

Literatura por Thiago de Menezes em 2016-11-12 13:25:12

O Cônsul do Chile em Campinas, Luis Fernando Del Valle, atual Presidente da Associação dos Cônsules Honorários no Brasil (Aconbrás), que esse ano foi galardoado com a outorga da MEDALHA CRUZ ACADÊMICA – FALASP, condecoração oficializada e cadastrada no Exército Brasileiro sob o nº A57, pela presidência da Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo (Falasp), cumpre interessante temporada de contatos empresariais e de turismo em Portugal. Em Lisboa aproveitou para visitar o local que fora a residência da então Consul do Chile em Lisboa (1935-1937), Gabriela Mistral, uma destacada poetisa, diplomata e pedagoga chilena. Dizia Neruda que seus versos possuem uma força torrencial e têm um som de águas e pedras andinas. A poetisa, que trabalhou como cônsul de seu país em cidades da Europa e América, me lembra das alocuções e palestras que eram ministradas no Rio de Janeiro durante longos anos pelo confrade e incentivador, Francisco Silva Nobre, em várias entidades membros da Federação das Academias de Letras do Brasil (Falb), que completou 80 anos de criação nesse ano de 2016.


Francisco Silva Nobre foi um escritor e empreendedor cultural, que nasceu no Ceará, mas que despontou para a literatura no Rio de Janeiro, onde, durante décadas morou numa aprazível Rua no Flamengo chamada “Rua Gabriela Mistral”. E ele, que tinha muito orgulho desse fato, presidiu, entre outras entidades, a ASBAC (Associação dos Servidores do Banco Centro Central); a AFBB(Associação dos Antigos Funcionários do Banco do Brasil); a Academia Cearense de Ciências, Letras e Artes do Rio de Janeiro (da qual tenho a honra de pertencer a seu sodalício como Acadêmico Correspondente) e a Academia Pan-Americana de Letras e Artes, onde ele tinha como patrona de sua cadeira, a própria Gabriela Mistral., a maior poetisa da literatura chilena, uma das maiores das Américas, ganhadora do Prêmio Nobel de Literatura em 1945.


Enquanto houver pessoas, dentro do universo cultural e diplomático, que cultuem os ideais e a obra dessa grande poetisa e mulher, ela continuará viva. E essas visitas, como uma homenagem a Gabriela Mistral através de alguns poemas e os lugares em que ela morou, serão coroadas de lirismo e muita poesia. Afinal, tratam-se aspetos profundos e íntimos da sua vida que significaram a manifestação da forte expressividade na sua poesia reconhecida mundialmente.


Thiago de Menezes – Escritor e jornalista. Adido de Imprensa da ACONBRAS – Associação dos Cônsules Honorários no Brasil.

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também