Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Cultura > Livros para aldeia na Amazônia pelo Gallant

Livros para aldeia na Amazônia pelo Gallant

Cultura por Dinorá Couto Cançado em 2017-02-01 16:45:41

Histórias que rendem outras histórias. Livros sempre têm desdobramentos, como conhecer projeto em aldeia da Amazônia e poder entrar nessa história emocionante...
A história com Denise Jorgea do Hotel Gallant/RJ e o projeto que ela está envolvida na Amazônia começou em junho de 2015. Estava na Feira do Livro de Ribeirão Preto, com palestra sobre leitura para deficientes visuais, mesa mediada por Irene Coimbra. E, no mesmo hotel, desfrutando de autores como Pedro Bandeira, Inácio de Loyola...Tinha mais dois eventos pela frente, o Salão do Livro no Rio e a Virada Cultural em São Paulo.
No Rio, no Centro de Convenções Sul América, acontecia o Salão do Livro Infantil e Juvenil. Fui convidada a comparecer  em um Seminário coordenado por Beth Serra que chamou todos os responsáveis por projetos premiados no concurso \"Os melhores programas de leituras entre crianças e jovens\", com exposição de pôster do projeto. Ah, iria entrevistar Stella Maris no Salão, marcando o início da  coluna virtual do Portal Sem Fronteiras intitulada Inclusão Social Brasiliense.
Vi que meu tempo seria escasso em 3 cidades e com atividades envolventes. Ainda em Brasília, procurei o hotel mais próximo ao Salão/Centro de Convenções. Foi aí que conheci o hotel Gallant.
Depois de 2 dias, com atividades apaixonantes, embarco para a Virada em São Paulo, esquecendo no Hotel Gallant roupas e livros.  Em SP, muito frio, dou falta do que esqueci. Tive que me virar, pois só de volta em Brasília é que entrei em contato com o hotel que, atenciosamente, enviou, por correio postal, as peças. Contou que tinha um projeto de doação de livros e outras coisas na Amazônia. Foi aí que conheci melhor Denise e disse que iria mandar mais livros. Na Biblioteca Braille, onde atuo,  selecionamos e enviamos pacotes de livros em tinta. 
Em janeiro de 2017, a Literarte/Associação Internacional de Escritores e Artistas com a presidente Izabelle Valladares escolhe o Hotel Gallant para hospedar os membros já empossados e os que tomariam posse no Núcleo de Letras e Artes de Lisboa. Muitos escritores presentes durante 3 dias participando das atividades. E, na manhã do sábado, dia 21/01/17, Dinorá e Dora Lucia que levaram livros chamam  \"a moça que junta livros para a Amazônia\", a nossa querida Denise Jorgea Martins Ângelo, entregando a ela, vários exemplares, na presença de outras autoras. Depois, foi a vez de Maria Luiza Vargas Ramos doar seus títulos. 
Já de volta em casa, Dinorá recebe a mensagem com as fotos emocionantes do local que receberá os livros, ficando o pedido pra quem quiser colaborar com esse ou outros locais.
 \"Boa noite Dinorá
Em nome de toda a equipe do Gallant, quero dizer que tivemos muita satisfação em receber a todos que participaram do evento literário,  e esperamos ter atendido as expectativas de todos.  Estou enviando as fotos da comunidade onde enviamos os livros. Eles ficam localizados acima da cidade de Barcelos em direção ao estado de Roraima. Com certeza, eles irão aproveitar bastante os livros que vocês doaram, mas só vou enviar no meado do ano, para que possamos juntar um pouco mais. Fiquei encantada com a foto da escola, sinto que você também irá gostar.
Dê um abraço em todos e agradeça a quem não pude agradecer pessoalmente.
                                                             Denise jorgea martins angelo
E já em outra mensagem:
\"Boa tarde Dinorá
Acredito que chamar a atenção para estas comunidades, realmente já seria de grande ajuda. Esta, devido a dificuldade até de enviar os livros, estamos aos poucos conseguindo, mas quantas outras não gostariam de ter a mesma oportunidade ?
O que achou da fachada da escola ? Fiquei encantada.\" Denise...

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também