Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > Conto: REFLEXÕES

Conto: REFLEXÕES

Literatura por Sandra Hasmann em 2017-04-07 21:30:10

Joana é uma aluna de filosofia, pensadora e gosta de escrever suas reflexões.

Começa numa tarde fria, com a chuva batendo na janela, a pensar sobre a existência humana.

Resolve por no papel o que vinha na sua mente, como se tivesse sendo intuída e começa...

Quando a humanidade perceber a importância do perdão, a partir de si mesmo tudo mudara, em sua vida.  

O respeito e a condescendência de si e principalmente do irmão e semelhante.  Só assim descobrirá o verdadeiro amor Universal.

Não estamos nunca sós e tudo que fazemos e pensamos gera uma reação imediata sobre nós e também no Universo.

 Deu uma pausa e pensou, a Física Quântica, ela fala e demonstra isso já. 

Continua...

Vamos caminhando buscando sempre a humildade, para perceber os nossos erros e tentar corrigi-los, vamos aprendendo e com essa atitude e aprendizado, vamos evoluindo nossa humanidade, dentro de nós e consequentemente fora de nós.

A arrogância, a soberba, o Ego, nos escraviza e aprisiona, por isso precisamos de humildade, para nos enxergar e nos lapidar, como pedras brutas que somos ainda.

Essa caminhada evolutiva da nossa moral é quase infinita, como uma evolução Divina.

Vamos caminhando na vida, vigiando nossas atitudes, treinando sempre, até conseguir essa mudança interior.

Mãos a obra rumo a Evolução...

Joana notou também, que essa sintonia através da mente é como um imã, como as ondas de rádio, televisão e a internet.

 Nós, através da mente sintonizamos vibrações da forma pensamento, em diversos níveis mentais.

Podemos projetar trevas ou luz para nosso corpo físico e para o Universo, podendo ter mais saúde ou doença como consequência da nossa vibração mental.

 Concluiu seu incite...

Vibrem, vigiem e treinem sempre o pensamento e colherão os resultados positivos, para a evolução.

 Somos seres condicionados, a Neurociência fala e demonstra bem sobre esse tema.

Então com paciência, persistência e consistência, vamos mudando nossa faixa vibratória mental, passo a passo...

Vamos criando um caminho sórdido ou iluminado, depende das nossas escolhas.

Através do conhecimento vamos abrindo a nossa mente, nossa moral e costumes.

O conhecimento nos liberta e nos conduz ao caminho da iluminação.

Somos seres únicos, no DNA da vida e na centelha Divina, que está dentro de nós.

 Essa Centelha vai se libertando, à medida que o conhecimento aumenta, pela compreensão de tudo e de todos, que nos cercam.

E conclui novamente...

O caminho é longo, constante e infinito como o Cosmo...

 

Nossa! Que viagem maravilhosa!

Pensa Joana, sobre o quão produtivo e profundo foi à síntese do seu incite filosófico...


Para contato com a autora: Irislene Morato - icbmorato@hotmail.com

 

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Silvana

Crônica fascinante, reflexiva e instigante. Parabéns a autora!!!

Caique Valério

A forma mais sublime de expressão da energia humana é a arte. Através da arte identificamos o que há de nós no que há do outro. As palavras são para o escritor as curvas que contornam o seu ser, e nos dão a oportunidade única de nos encaixarmos aos poucos na obra dele, fazendo parte do seu universo. Iris é um exemplo encarnado de como as palavras bem colocadas nos fazem viajar para onde nossa libido permitir. Obrigado por compartilhar conosco sua habilidade de desenhar com o simbólico.

Nildete Silva Matos

Amei o conto. Irislene vc esta de parabéns .

Publicidade

Veja também

Publicidade