Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > Momentos-destaques na 33ª Feira do Livro de Brasília

Momentos-destaques na 33ª Feira do Livro de Brasília

Literatura por Dinorá Couto Cançado em 2017-06-22 07:35:25
A Biblioteca Braille Dorina Nowill em Taguatinga - DF participou em vários momentos inclusivos e até adquirindo livros de autores brasilienses para seus projetos literários..confiram alguns momentos: 
1)  Escolas da rede pública de ensino do Distrito Federal  receberam voucher para compra de  livros. A Secretaria de Educação investiu R$ 600 mil na ação. A Biblioteca Braille Dorina Nowill teve, por  2 anos consecutivos, o direito de escolher e ter obras de autores brasilienses em seu acervo, com novidades literárias para seus projetos. Agradecimentos ao Coordenador  Paulo, do setor das  Bibliotecas  da Coordenação Regional de Taguatinga que não mediu esforços no sentido dessa conquista. 
2) A 33ª Feira do Livro de Brasília, que  aconteceu no Pátio Brasil Shopping, W3 Sul, Brasília- DF, teve um dos seus belos momentos: a celebração dos 40 anos de atividades literárias da escritora e jornalista Profa Margarida Drumond de Assis.
Às 15 horas ela autografou seu novo livro noite Espaço Lançódromo, o ensaio Da página aø palco: estudo e transposição de linguagem; às 16 h houve a palestra de Margarida sobre Sua caminhada nesses 40 anos, com participação de amigos, vários deles escritores. 
Na abertura, falou o escritor Gustavo Dourado, confrade de Margarida e presidente da Academia Taguatinguense de Letras -ATL. 
Após, tocaram ø saxofonista Luís Fabrício e o violonista Gonzaga, seguindo-se palavra de Margarida que logo iniciou a palestra com animada participação.
Com ela: escritor e historiador de Brasília, Adirson Vasconcelos; escritores Meireluce Fernandes e esposo Brito; músico Fabrício, diretor de Teatro Ademir Pereira; Neila; e a cantora e atriz Sandra Schnyder.
O escritor Martins recitou poesia em homenagem a Margarida e a Machado de Assis, cuja data de aniversário foi celebrada.
Margarida Drumond e os amigos escritores Custódia Wolney, Brito; Meireluce Fernandes, presidente da Academia Internacional de Cultura, da qual Margarida é membro; e o também confrade jornalista Ildefonso de Sambaíba.
 3) O Lançamento da Antologia da ATL é destaque na Feira do Livro.
Gustavo Dourado, o presidente da ATL e homenageado local dessa edição da Feira,  recita no Sarau Antológico com casa lotada na 33ª Feira do Livro de Brasília no Pátio Brasil. E, depois, agradece a todos que estiveram na Feira do Livro de Brasília, no estande da Academia Taguatinguense de Letras, foram 9 dias de autógrafos da I Antologia da ATL,  presença permanente do público no estande: leitores, pesquisadores, estudantes, professores, jornalistas, visitantes. Foi uma festa do livro e da leitura.
Gustavo agradece à Câmara do Livro do Distrito Federal e à coordenação da Feira do Livro de Brasília pela homenagem prestada a ele, como escritor, poeta, cordelista, professor e produtor cultural. Foram encontros memoráveis com os acadêmicos, parentes, amigos e com seus leitores, que sabem muito bem valorizar seu árduo trabalho literário.
Seu agradecimento à imprensa pela divulgação, citando alguns nomes de peso no cenário brasiliense:   Maria Félix Fontele, Gustavo Fontele Dourado, Elias Dourado, Jeanine Aboud, Carlos Aguiar, Toninho de Souza, Coral Alegria, Ana Boccucci, Nestor Kirjner, Joel Oliveira, Trio Academia, Fabricio Do Sax e equipe, Luiz Gonzaga de Oliveira, Enoque do Pandeiro, Davi do Pife, Equipe da SEDF, Lira Souza, Emanuel Lima, Astrogildo Miag, Ildefonso de Sambaíba, Popó Magalhaes,  Pinheirinho Pinheiro Filho, José Maria Mourão, Antonio De Lima Martins, à equipe da Rádio Nacional Brasília AM e FM, Amazonas, Gilberto Amaral, Marlene Galeazzi, Fátima Santos, Eliza Matos, Marco Aurélio Silva,  Pedro Gomes da Silva, Edmildo Cirilo Dos Santos João Pedro Rocha e todos os acadêmicos titulares, honorários, beneméritos, colaboradores e voluntários..
4) E Roberto Klotz coloca-nos a par da situação da Feira, com o seu depoimento:
“Terminou mais uma Feira do Livro de Brasília. Esta foi a trigésima terceira.
Foi um sucesso. Apesar de ser uma das mais tradicionais feiras literárias do Brasil ainda não conta com um espaço certo, não está incluída no calendário oficial da cidade, não está no orçamento do governo. 
Os organizadores são batalhadores incansáveis que perseguem ideais.
Foi um sucesso dentro das possibilidades e das incertezas. 
Todos os escritores brasilienses, mesmo os iniciantes, tiveram a oportunidade de expor os trabalhos.
Mais do que vender, eu estava interessado em mostrar o meu trabalho e assim senti-me privilegiado por poder realizar quatro palestras com temas abordados no Manual do escritor: Crônica a literatura de bermudas (duas palestras), Criando um personagem, A importância da meta na escrita. 
A Feira foi um lugar de abraços. Abracei dezenas de amigos literários. Tanto que no meu último dia tive a visita da elite da organização da feira: 
Ivan Valério da Silva – presidente da Câmara do Livro do Distrito Federal
CLeide Cristina Soares – coordenadora geral da Feira do Livro, 
Marcos Linhares – presidente do Sindicato dos escritores DF
E aínda 
Brena Gomes Marques – representando os voluntários – grupo fantástico que trabalhou incansavelmente (obrigado!)
Rose Costa – representando as Contadoras de histórias\"

5) Finalizando essa postagem, eu, Dinorá Couto, autora dessa coluna semanal,  tive um coroamento, ao final da Feira, depois de 9 dias participando, ativamente, nos estandes com bate-papo e sessão de autógrafos. Convidada por Cleide Soares, falei para o grupo de voluntários da Feira sobre o prazer de ser voluntária, no Café Tropicália da Feira. 

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também