Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > POEMAS DA MEIA-NOITE (E DO MEIO-DIA) WILLIAM SOARES DOS SANTOS.

POEMAS DA MEIA-NOITE (E DO MEIO-DIA) WILLIAM SOARES DOS SANTOS.

Literatura por Alberto Araújo em 2018-01-23 18:15:08

FOCUS PORTAL CULTURAL DIVULGA A OBRA \\\"POEMAS DA MEIA-NOITE (E DO MEIO-DIA)\\\" DO ESCRITOR WILLIAM SOARES DOS SANTOS. PARA ADQUIRIR CLICAR NO LINK:

https://editoramoinhos.com.br/…/poemas-da-meia-noite-e-do-…/ 



SOBRE O LIVRO

O livro “Poemas da meia-noite (e do meio-dia)” oferece ao leitor uma extraordinária viagem pelo insólito tempo-espaço descortinado pelo poeta. O livro é divido em sete partes, cada uma das quais anunciada por uma gravura e um título. Estes são: “A dança das e...sferas…”, “Meia-noite…”, “A alvorada”, “Meio-dia (ou Manhãs sem sol…)”, “Três poesias do desvio”, “Tecer palavras” e “Ecos íntimos…”. As primeiras partes têm a ver não apenas com o tempo do dia, mas também com o da história e o do cosmo, por cujos mistérios é um prazer viajar com o poeta. No seu caminho, ele dialoga sobre os mais variados e poéticos enigmas com inúmeros outros poetas e pensadores. Finalmente, em “Ecos íntimos”, é fascinante acompanhar o mergulho de William Soares dos Santos na poesia de cerca de quarenta poetas cujos nomes – dispostos em ordem alfabética, de Adélia Prado a William Wordsworth – nomeiam os admiráveis últimos poemas desse livro cativante.

Texto de orelha de Antonio CICERO

ALGUMAS POESIAS

Só há sol
Só há sol
em intervalos
de sistemas
que dançam.
Só há vida
em sistemas
cujo sol
soube bailar,
em harmonias de
distâncias
com planetas,
a celestial
e sempiterna
dança das esferas.

*********************************************

Horizontes
Horizontes
imensos
nos quais o
limiar
do mar
se perde
em pleno caos.
Em meio a
desassossegos
sem fim,
a terra se aquece
no silêncio.

***********************************************

A vida
A vida,
um processo
entre
energia
e
movimento
entre
sonharmos
e
sermos sonhados
entre
poeira cósmica
e
pensarmos.

**********************************************

Big Bang
Se a energia
não pode ser
criada,
nem destruída,
isso significa
que a alma é
a nossa forma
energética
em
caminhar
eterno?
Onde eu estava
no
Big Bang?

*********************************************

SOBRE O AUTOR

William Soares dos Santos (1972) é carioca, Professor da UFRJ, tradutor, escritor e membro titular do PEN Clube do Brasil. Dentre seus trabalhos literários, se destacam o livro de poemas “Rarefeito” (2015), o livro de contos “Um Amor” (2016) e o livro de poesias “Poemas da meia-noite (e do meio-dia)”, editado pela Editora Moinhos.

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também