Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > Engatilhado

Engatilhado

Literatura por Renata Barcellos em 2018-06-10 17:45:44

Assistam a Engatilhado com belo roteiro e direção de Marcelo Morato e cujo elenco de jovens atores formados pela CAL demonstra-se entrosado e tem boa atuação. Trata-se de um texto constituído por uma boa seleção de quatro peças curtas do dramaturgo russo Anton Tchekhov (1860-1904): O Canto do Cisne, O Pedido de Casamento, O Urso e O Jubileu. 

O roteirista e diretor Marcelo Morato foi perspicaz em construir um texto costurando os quatro clássicos de forma que personagens de uma peça dialogam com as outras, apresentando uma fuga do realismo. Os limites espaciais de cada peça são invadidos. Assim, as personagens interferem no enredo das demais obras. O figurino, o cenário, a trilha sonora e a estruturação dramatúrgica são determinantes para a composição da proposta da peça. Vale destacar que a história se desenvolve no galpão de um antigo teatro, onde há restos de cenário de produções anteriores.

Percebe-se no enredo a riqueza do realismo de Tchekhov e seu pensamento a partir do uso da ironia através de personagens humilhados e ofendidos de diversas classes e passam a ter consciência de como desperdiçam suas vidas em aborrecimentos de pouca importância. Ora as personagens tchekhovianas caminham para o colapso ora para o desabafo. É para a plateia para e refletir sobre seus atos.

Cabe ressaltar que o autor das quatro peças, Anton Tchékhov, tem como características  explorar a misteriosa alma (ele não tenta levantar a questão do sentido da existência humana, ele apenas mostra pessoas comuns com seus problemas diários). E  o humor considerado inteligente, dentre outras. Os russos costumam chamá-lo de “rir da desgraça alheia”, quando a graça está nos pecados e falhas dos outros. Entretanto, cada um leitor acaba percebendo que comete os mesmos erros, assim como quase todo mundo. Outro traço marcante de Tchékhov é não ter a pretensão de suas histórias serem moralizantes. O leitor tem permissão para concluir o que quiser.

\"

As sinopse das quatro peças de Tchekhov:

 

1-O CANTO DO CISNE


Um ator bêbado adormece no teatro após a apresentação de seu espetáculo e quando desperta, se vê envolvido na escuridão do palco e de sua alma. Terá apenas a companhia de uma camareira, típica “ratazana de teatro”, que acalentará sua bebedeira e ouvirá o desabafo emocionado do velho ator.

 

2-O PEDIDO DE CASAMENTO

Um homem doente e solteiro irá pedir a mão de sua vizinha, também solteirona, cujo pai fica aliviado com a possibilidade de casar a filha com o jovem vizinho e caçador e aumentar seus bens. Porém, antes mesmo de conseguir articular o pedido, os futuros noivos se debatem em intensas discussões que não chegam à conclusão alguma.

3- O URSO


Uma viúva enlutada e lacrimosa recebe a visita de um credor que vem cobrar a dívida do seu falecido marido. Testemunhados por um atônito criado, eles entram num acalorado debate sobre como homens e mulheres se comportam diante do amor. Durante a discussão, esquecem-se da dívida e afundam-se numa paixão irremediável, contradizendo sua convicção inicial de nunca mais se entregar ao sexo oposto.

 

4-O JUBILEU

 

Uma viúva, um credor e uma trama amorosa que revela a suscetibilidade humana dão vida a uma hilariante crítica social. Trata-se de uma comédia de costumes que brinca com a guerra dos sexos. E, ao mesmo tempo, expõe as mazelas de uma sociedade regida por uma moral frágil e repressiva.

O gerente de um banco comemora o aniversário da instituição e aguarda uma delegação que virá elogiar sua contribuição inestimável ao desenvolvimento do empreendimento. Contudo, um funcionário mal humorado, a volta de sua esposa de uma viagem traumática e a visita inesperada de uma senhora que vem cobrar seus direitos no lugar errado, levam a um desfecho tragicômico para o jubileu do banco.

 

Pensamentos de Tchékhov:

 

“Confia no teu cão até o último momento, mas na tua mulher ou no teu marido, apenas até a primeira ocasião”.

 

“Valoriza-te para mais: os outros ocupar-se-ão em baixar o preço”.

 

“Um casamento feliz pode existir apenas entre um marido surdo e uma mulher cega”.

 

“Se tens medo da solidão, não te cases”.

 

Vale a pena conferir!!! Parabéns ao diretor e roteirista Marcelo Morato por conseguir conectar e fazer dialogar as 4 narrativas e ao elenco pela bela atuação.  Com certeza, Tchékhov está grato pela memória viva.


Ficha técnica

Adaptação e direção – MARCELO MORATO
Assistência de direção – AGNES HEGMANN, GABRIEL TAVARES e ISA ENGLARO
Cenário – FERNANDA CORREIA
Figurino – JÚLIA MARQUES
Programação visual – RITA ARIANI
Iluminação – WILSON REIZ
Trilha sonora – BRÁULIO GIORDANO
Preparação corporal – MARINA SALOMON
Preparação vocal – ROSE GONÇALVES
Direção de Produção – MARCIA QUARTI
Assistente de produção – JOEL TAVARES

Elenco – ANDRÉ GUEDES / EDUARDA STUDART / ERIC POLLY / FERNANDO MELVIN / ISMAEL QUEIROZ/ LYS DEL LOBO/ MANOELA PAIXÃO / MÔNICA LANNES/ PEDRO MEDINA/ RAMON DE ANDRADE/ RAY LUCAS / VERIDIANA AREAS

SERVIÇO:
ESTREIA: 8 de junho
LOCAL: Espaço Sérgio Britto – Rua Santo Amaro 44, Glória
TELEFONE: 2242 0383
HORÁRIO: sexta, sábado e domingo às 20 h
DURAÇÃO: 120 minutos
LOTAÇÃO DO TEATRO: 80 lugares
CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: 12 anos
PREÇO: 40 reais
TEMPORADA ATÉ 17 de junho

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também