Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Cultura > Exposição coletiva de arte contemporânea

Exposição coletiva de arte contemporânea

Cultura por Renata Barcellos em 2018-07-25 18:51:46

A exposição coletiva de arte contemporânea \\\"UMA AFIRMAÇÃO DA PRESENÇA\\\" é uma linda proposta inovadora cujo objetivo é o artista apresentar a sua obra (objetos, pinturas, fotografias, instalações, vídeos e performance) à imagem de si próprio, nas várias facetas (na e como obra e testemunha dele). As curadoras Lúcia Avancini e Marilou Winograd convidaram 70 artistas (dentre eles: Lígia Teixeira com \\\"Minha Origem\\\", d \\\'après Courbet - \\\"L \\\'Origine du Monde\\\" - 1866 e Tchello d’Barros com o autorretrato “Face oculta”) para desenvolver sua selfie conceitual. Uma afirmação da presença do artista, memória de estar visível, prova de estar incluído no mundo. A abertura foi um sucesso. De acordo com Maria Célia Vieira “Estava muito organizado e bonito de se ver”.  

Segundo Andreia Gomes Durão, no site UM OLHAR, na coluna PINCELADAS, o Calendário de Arte, o autorretrato “Face Oculta”, de Tchello d’Barros, “ dialoga inicialmente com um dos precursores da fotografia, Hippolite Bayard, que por não ter seus inventos e experimentos reconhecidos, fez o primeiro autorretrato (1840) simulando um suicídio. Mas há também uma intertextualidade com Pablo Neruda, quando faz um autorretrato descrito em versos. E, ainda que de forma apressada, passa pelas Rostografias deleuzianas, até chegar a Jorge Luís Borges, que com um microconto no gênero do realismo fantástico, nos avsa que toda a obra em vida de um indivíduo acaba delineando sua identidade, sua biografia, na imagem de seu próprio rosto”. (http://umolhar.net/pinceladas/coletiva-uma-afirmacao-da-presenca-tem-vernissage-hoje-no-centro-cultural-dos-correios/).

Doze artistas fizeram belas ações performáticas na inauguração. Entre elas, Quitapenas, com Julie Brasiluma artista da Guatemala vestida a caráter recebendo individualmente as pessoas para uma troca de energias e orações. No final, ela entregava um “souvenir” para cada pessoa em sinal de agradecimento. Com algumas pessoas ela conversou bastante, já com outras apresentou-se  contando que o figurino usado havia cintos de treze tribos e os seus ancestrais estariam ali naquele momento de oração. Para Maria Célia Vieira, foi “muito gratificante a troca de energias e orações”.  Teve também, entre outras performances, o sempre inovador Tchello d’ Barros declamando o lindo microconto Assobiado de Jorge Luis Borges.  

Os participantes da coletiva são: ALETEIA DANELUZ ALINE REIS ANA BIOLCHINI ANA HERTER ANALU NABUCO ANDRE BAUDUIN BB SCHMITT CAROLINA KAASTRUP CHRISTINA AMARAL CLÁUDIA LYRIO CLAUDIA MALAGUTI COLETIVO PAPAIMAGEM CRIS CABUS DORA WAINER EDA MIRANDA ELMO MARTINS ENEAS VALLE FABIO BOLA FERNANDA CHEMALE GILDA SANTIAGO ISABELA FRADE JAQUES FAING JOÃO MAIA/INGRID MARTINS JULIE BRASIL LAURA BONFÁ BURNIER LEA SOIBELMAN LÍGIA TEIXEIRA LÚCIA AVANCINI LUCIA FIGUEIREDO LUCIA LOPES MENEGHINI LUCIO VOLPINI MABEL SPINOLA MARCELO REZENDE MARCIA CLAYTON MARCIAH ROMMES MARCIO GOLDZWEIG MARCO ANTONIO PORTELA MARCO CAVALCANTI MARCUS NEME MARIA CHERMAN MARIA LUCIA MALUF MARIA PACE MARILENA MORAES MARILOU WINOGRAD MARIO CAMARGO MARK ENGEL MIRO P.S MONICA MANSUR NEY VALLE NICE FRANÇA O CÍRCULO PATRÍCIA TAVARES PAULO JORGE GONÇALVES PETRILLO RAQUEL ROMERO FAZ REINALDO COTIA BRAGA REZA TAVAKOL ROSELANE PESSOA SANDRA FELZEN SANDRA MACEDO SANDRA SCHECHTMAN SHALA FELIPPI SILVIA SANTIAGO TCHELLO D\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\'BARROS THEREZA CARVALHO VANIA PENA C VANJA FREITAS/CLAUDIANA COTRIM VERA BUENO VINICIUS BALARINI YOLANDA FREYRE.

De acordo com Laffayete Alvares Jr., um dos pontos altos da exposição foi     \\\"a performance de Tchello d\\\\\\\'Barros, com um poema \\\'Assobiado\\\' em frente à sua obra em 3D de Letras. Lígia Teixeira, num ato de bravura surpreendente, com sua releitura de a \\\'Origem do Mundo\\\', oferece umas tantas camadas de brilhantes interpretações ao seu \\\'Minha Origem\\\'. E Julie Brasil emocionando a todos com sua Quitapena e a energia poderosa e xamânica de seu manto ancestral suas rezas\\\\\\\".

Cabe ressaltar a parceria da amiga Maria Célia Vieira. Sem ela, não poderia ter redigir este texto. Como não minha presença não foi uma afirmação, gentilmente, ela fotografou e me enviou vídeos. Afinal, para que serve tanta tecnologia? Em tempos de “self”, minha presença foi virtual. Mas, em breve, será uma afirmação presencial.     

Mesmo a distância, posso garantir: vale a pena conferir!!! É imperdível!!! Parabéns as curadoras e a todos os participantes desta bela coletiva. 

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Maria Célia Vieira

Parabéns, Renata Barcellos! Brilhante o seu trabalho sobre o evento ontem , no Centro Cultural dos Correios. Você mesmo distante, teve a sensibilidade de captar através de algumas fotos e depoimentos, a beleza e a boa energia que pairava nos salões do Centro Cultural dos Correios. Um sucesso! Bjs😘😘🌷

Publicidade

Veja também