Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Cultura > Dia internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

Dia internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

Cultura por Renata Barcellos em 2019-01-29 23:47:15
Para comemorar o Dia internacional em Memória das Vítimas do Holocausto houve uma bela cerimônia de premiação e abertura da exposição, no Palácio do Itamaraty, no Centro do Rio de Janeiro. O breve evento foi num pequeno e aconchegante auditório. Teve a participação de professores e alunos envolvidos na Jornada Interdisciplinar (parceria da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Unirio) a serem premiados e de autoridades. 
Na abertura, foi mencionado que há 74 anos 1000 de judeus, ciganos e homossexuais sofreram assassinato em massa.  Um dos objetivos é de promover o combate ao preconceito. Vale destacar que a ONU instituiu o dia 27 de janeiro para preservar a memória e, assim, não se repetir erros do passado. A mesa foi composta por 3 representantes: um sobrevivente, um dos ciganos e um da comunidade israelita. O sobrevivente Fred fez uma síntese de sua história até a chegada em 15/10/1947. E finalizou dizendo que "rezo sempre para que nunca mais se repita". O representante da comunidade judaica mencionou a iniciativa da construção do memorial do Holocausto no próximo mês. É resultado de um projeto com o Instituto de arquitetos brasileiros. Haverá dez pedras simbolizando os mandamentos. A única escrita será a do "não matarás". O representante dos ciganos revelou que só aos 45 anos teve conhecimento do Holocausto dos ciganos. Citou uma colocação do Papa: "a sociedade tem uma dívida co os ciganos...". Depois foram chamados à mesa, Roberto Antunes (coordenador do projeto na SME) e de Sofia Débora Levy (diretora cultural da Sociedade Israelense e autora de obras como HOLOCAUSTO: VIVENCIA E RETRANSMISSÃO) comentou a 13° Jornada Interdisciplinar, revelou que desde a década de 90 faz registro das memórias dos sobreviventes. Disse que as pessoas revelam começar a estudar a temática e o interesse aumentar. O projeto serve de lição para que nenhuma outra atrocidade ocorra. Finalizou destacando o empenho da comunidade judaica carioca. Em seguda, o coordenador Roberto Antunes agradeceu a presença de todos e declarou que "dói também em mim. Porque somos da espécie humana". 
Em seguida, o professor Roberto Antunes fez as premiações: a menção honrosa e vencedores. Duas escolas da 3° CRE se destacaram: Nelson Prudêncio e Rio grande do Sul. Após a cerimônia de entrega, fomos convidados a visitar a bela exposição. Lá, pôde-se conversar com os professores e alunos ganhadores do concurso da  13° Jornada Interdisciplinar. E, para finalizar, um delicioso lanche foi servido. 
Parabéns a todos os envolvidos para não permitir que uma tragédia seja esquecida!!! É preciso levar a temática para ser discutida em  sala de aula. "HOLOCAUSTO, NUNCA MAIS!!!"


Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também