Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > Conhecendo o projeto literário "Quadrigrafias"

Conhecendo o projeto literário "Quadrigrafias"

Literatura por em 2015-01-12 10:56:04

Quadrigrafias é o terceiro fruto de um projeto criado e incentivado pelo escritor e diplomata brasileiro Márcio Catunda, desde 2003.  Consiste na edição de livros de livros.  Ou seja, cada volume lançado, desde aquela data, contém livros completos de pequeno grupo de autores.  O primeiro volume foi Rios, Rio de Janeiro, Ibis Libris, 2003, contendo livros de cinco autores.  O segundo foi Vertentes, Rio de Janeiro, Five Star, 2009, também com cinco autores.  Por fim, este ano, temos: Quadrigrafias, Rio de Janeiro, Uapê, 2015, 210 p., que reúne títulos dos quatro autores que também estiveram presentes nos dois volumes anteriormente citados: Elaine Pauvolid, Márcio Catunda, Ricardo Alfaya e Tanussi Cardoso.  O estímulo à continuidade se deu, em grande parte, pela boa receptividade junto aos leitores. Por sinal, quase todos: críticos literários, escritores, editores e artistas.
O coquetel de lançamento será no dia 22 de janeiro de 2015, quinta-feira, das 19h às 22h, na Casa de Botafogo, vinculada à editora Uapê, situada na Rua Martins Ferreira, 40, Botafogo, Rio de Janeiro-RJ.  O preço unitário: R$ 40,00.
Em Quadrigrafias, Elaine Pauvolid, poeta e artista plástica, apresenta Silêncio-Espaço.  Conforme o nome sugere, uma obra que desenvolve uma reflexão sobre o silêncio e que explora a espacialidade dos versos no branco da página, em poemas minimalistas.  Por esse trabalho, Elaine mereceu resenha de Suzana Vargas, no Prosa e Verso, de O Globo. 
Márcio Catunda comparece com Dias Insólitos.  Segundo o prefaciador Ricardo Alfaya, trata-se de uma obra em que poesia e meditação se unem como força transformadora. Embora atento a tudo que acontece no universo da poesia, Márcio sempre evitou ater-se a modismos, ousando trilhar um caminho insólito, no sentido tanto de perceber o que há de exclusivo nos dias quanto no aspecto de construir sua originalíssima trajetória.     
Por sua vez, Ricardo Alfaya revela seu Álbum sem Família, livro temático, composto de 100 poemas.  São textos que se exibem como fotografias reunidas em um álbum.  Objeto que, metaforicamente, representa o próprio autor em sua solidão, ironia e perplexidade, como bem notou Tanussi Cardoso no prólogo. 
Temos, por fim, a abrangente reflexão de Tanussi Cardoso.  O atual presidente dos Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro nos brinda com seu belo Dos Significados, obra que se destaca pela riqueza de conteúdo e também pelo elaborado arranjo estético de cada poema na página.  Composto de três seções, é, sobretudo, um livro de metalinguagem, uma profunda reflexão sobre o sentido e o significado da poesia. 
Portanto, temos uma obra em que escrita e visualidade dialogam todo o tempo.  Seja na forma e no modo de distribuição dos poemas, como em Elaine, Ricardo e Tanussi, seja no conteúdo muitas vezes panorâmico e paisagístico, conforme se pode notar em Márcio, Ricardo e Tanussi.  Daí os autores pensarem em grafias, termo que tanto sugere a escrita quanto as artes visuais, duas modalidades que cada vez andam mais próximas. Desse modo, Quadrigrafias, título alusivo aos quatro autores, suas escritas, suas visões e suas visualidades.
 
Os Autores.
 
 

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Ricardo Alfaya

Oi, Dyandreia. Agradecemos muito a divulgação do lançamento do livro, com o respectivo release e a quarta capa, em seu jornal. Muito obrigado. Ricardo Alfaya.

Publicidade

Veja também