Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > 'Na Casa do Rio Vermelho - O Amor de Zélia e Jorge'

'Na Casa do Rio Vermelho - O Amor de Zélia e Jorge'

Literatura por Renata Barcellos em 2019-08-10 23:25:40

Na semana de comemoração dos 107 anos de Jorge Amado, entrou em cartaz a peça 'Na Casa do Rio Vermelho - O Amor de Zélia e Jorge', no Teatro Sesc Ginástico, em 3 apresentações no fim de semana (09, 10 e 11 de agosto). Em seguida, no Teatro Prudential, na Glória, a partir de 17 de agosto, sempre aos sábados, às 17h. Com sensivel direção e leve e doce texto de Renato Santos, a montagem mergulha na memória afetiva, político e musical do casal de escritores. Por 56 anos, viveram uma bela história de amor e resistência: Zélia Gattai (Luciana Borghi) e Jorge Amado (Pedro Miranda).

Cabe destacar que a peça é uma minusiosa pesquisa do diretor sobre a vida e a obra de Zélia Gattai, escritora e mulher de Jorge Amado. Primeiramente, estreou em Salvador, no dia do aniversário da escritora, 2 de julho do ano de 2016. É considerada uma das melhores escritoras do país, além de ter influenciado diversas gerações de mulheres brasileiras. Segundo a atriz Luciana Borghi:

— Interpretar esta mulher precursora, intuitiva do movimento de libertação do poder da mulher, é um privilégio em minha trajetória.

O texto de Renato Santos proporciona ao público conhecer a história dos escritores de uma forma compacta mas abordando os fatos mais relevanntes de forma muito descontraída. O riso surge em vários momentos. Dei boas risadas. Identifiquei-me em vários momentos com o que foi narrado. Tudo isso intercalado de música (arte presente na vida do casal) de Dorival Caymmi e Vinicius de Moraes, por exemplo. De acordo com a neta, a avó adorava cantar, mistura as letras das músicas. Era eclética.

O título é o nome do local onde viveram por 40 anos, na Casa do Rio Vermelho, em Salvador. Lá receberam artistas nacionais e internacionais como Pablo Neruda, Vinícius de Moraes, Glauber Rocha, Tom Jobim, Jean-Paul Sartre e João Ubaldo Ribeiro, além de lideranças religiosas locais e políticos. Hoje, funciona um memorial.

Segundo o diretor da peça: "A encenação é realista, histórica. O espetáculo segue uma cronologia, que vai desde o primeiro encontro do casal, na década de 40, até a despedida de Zélia Gattai da Casa do Rio Vermelho, onde está tomando providências para fazer da casa, um memorial".

A formidável atuação da atriz Luciana Borghi deve-se ao seu comprometimento. Fez um vasto laboratório de caracterização para conseguir semelhança na voz e nos trejeitos da autora. Para ela, “Me mudei para Bahia com a finalidade de estudar a vida da Zélia e Jorge. Entrevistei amigos, criei laços com os seus netos; até que a presidente da Fundação Jorge Amado convidou o espetáculo para estrear no centenário da Zélia, que foi em 2016, na própria casa deles, o memorial. Precisava de tempo para vivenciar o universo, para frequentar o espaço, a casa, não como visita”.

Já o ator e músico Pedro Miranda cuja participação é especial, ele atua como Jorge Amado e Dorival Caymmi, dentre outros. Conforme Pedro Miranda, “Não tem muito arranjo. Decidimos fazer uma coisa bem simples, um espetáculo de bolso com tudo tocado e cantado em cena, para acompanhar e fazer um espetáculo bem intimista, próximo à contação de história, que seria Zélia Na casa do Rio Vermelho contando a história da vida deles”. 

Ao assistir em Salvador à peça, Paloma Amado, filha de Jorge e Zélia, declara “Estou na maior felicidade porque muita gente poderá conhecer mais de minha mãe, esta mulher formidável, e o fará pelas mãos delicadas de Luciana Borghi, mãos, rosto, voz, sensibilidade”.

Enfim, vale a pena conferir este trabalho primorozo sobre dois expoentes da Literatura Brasleira. E viva o amor seja ele como for, no caso deles, eterno. A história deles é uma lição de vida de luta, resistência e determinação.

 

 

Serviço Sesc Ginástico:
Endereço: Av. Graça Aranha 187, Centro
Telefone: (21) 4020-2101
Temporada: dias 09, 10 e 11 de agosto
Sexta e sábado – 19h e domingo – 18h
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 12 anos

Serviço Teatro Prudential:
Endereço: Rua do Russel, 804, Glória

 

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também