Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Cultura > LANÇAMENTO DO LIVRO “O LIVRO DO FEFÊ”

LANÇAMENTO DO LIVRO “O LIVRO DO FEFÊ”

Cultura por Renata Barcellos em 2019-09-09 15:34:25

No dia 28 de setembro às 10:30, no restaurante Kilograma na Lapa no Rio de Janeiro, será o lançamento de “O livro do Fefê”, da escritora Sueide Ferreira. O livro relata situações vivenciadas por Felipe, um menino autista, cujo objetivo é proporcionar a reflexão da temática ao leitor.

Arleni Batista, empreendedora cultural, é curadora do lançamento. Relatou-nos que se encantou com a história e nos convida a ler a obra. Esta ajudará muito aos pais e familiares a lidarem com um tema ainda complexo, porque, a maioria das pessoas desconhecem como lidar com esta especificidade.



Sobre a autora

A autora, Sueide Ferreira, nasceu em Belém/PA, em 04 de Outubro de 1972. Mudou-se para o Rio de Janeiro com seus familiares, quando tinha nove anos de idade, onde cresceu, casou, teve filhos e estudou. É graduada em Pedagogia, possui especialização em Orientação, Supervisão e Administração Escolar. É Psicopedagoga Clínica e Institucional. A autora também é Especialista em Educação Inclusiva, com ênfase em Tecnologia Assistiva e Comunicação Alternativa, pela UCAM/RJ. Atualmente, está cursando Pós- -Graduação em Análise do Comportamento Aplicada (ABA) ao Autismo, Atrasos de Desenvolvimento Intelectual e Linguagem, UFSCar/SP, em parceria com o Instituto Lahmiei/SP. Teve contato com seus primeiros pacientes com dificuldades e transtorno de aprendizagem em 2008. Trabalha em consultório atendendo crianças com atraso no desenvolvimento e desenvolvimento atípico. Trabalhou em uma ONG de crianças com deficiência, como voluntária. Ministra palestras e cursos, trabalha com Atendimento Educacional Especializado (AEE) em uma escola particular e Felipe é uma das crianças com TEA matriculadas em uma classe comum da escola regular que recebe Atendimento Educacional Especializado. Foi uma paixão imediata. A meta para Felipe era a alfabetização. Uma proposta desafiadora para um autista não verbal. Com dois anos de trabalho intensivo e diário, el está em processo de alfabetização, lê palavras e frases curtas, interpreta pequenos textos, digita e faz cálculos matemáticos. Apresenta muitas barreiras em sua aprendizagem, além da fala, a dificuldade motora é o seu grande desafio para adquirir habilidade de escrita com autonomia.



Saiba mais sobre o tema em:


http://www.autismo.org.br/site/



Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também