Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Cultura > 14ª edição do Bazar Literário da Bibliobraille

14ª edição do Bazar Literário da Bibliobraille

Cultura por Dinorá Couto Cançado em 2019-11-16 10:28:59

Mais uma edição do Bazar Literário (14ª ) , na Bibliobraille - Biblioteca Braille Dorina Nowill, em 11/11/19, 9h30, com abertura para os deficientes visuais, onde o desfile com direito a aclamação da miss  e mister do ano foi o ponto alto de um momento inclusivo admirável, um grande exemplo dos ODS – Objetivos de Desenvolvimento sustentável, no nosso dia a dia.  Ah...E todos com figurino do próprio bazar, com audiodescrição de Leonna Fontes,  à medida que cada um era anunciado para o desfile. Nossa gratidão a todos que vieram. O bazar continua... pra toda a comunidade, a partir de  12/11/19. Nayara Fontenele – miss 2018/2019 entrega sua faixa à nova miss, escolhida por aclamação, Roselene Caíres Luz. Ricardo Nascimento, mister 2018/2019 passa o seu reinado para um deficiente visual que veio do Pará com Zozemeire dos Santos, uma das maiores mobilizadoras culturais dos deficientes visuais. O novo míster é Edinaldo  de Almeida  da Siva. 
Pessoas envolvidas, inclusivas e comprometidas, convidadas a escreverem algo sobre a sua participação no bazar, encantaram não só a idealizadora do mesmo, como a todos, contribuindo com a colunista do Portal em sua coluna semanal “Inclusão Social Brasiliense”, com suas minicrônicas, onde 3 convidadas enviaram em tempo da postagem especial, minicrônicas apaixonantes...
Alexandra Alexandria foi uma delas, ela é membro titular da AIAB – Academia Inclusiva de Autores Brasilienses, ocupando uma das recentes  cadeiras com uma deficiente visual. 
“Cenas e reflexões inclusivas do Bazar literário na Biblioteca Braille
                                                                    Alessandra Alexandria
“ A maior deficiência não está no corpo do deficiente físico, mas, na alma do preconceituoso. “
“Tive o prazer em participar, pelo segundo ano, como colaboradora desse lindo evento inclusivo na Biblioteca Braille Dorina Nowill. Doei algumas roupas e sapatos e  dentre as roupas estava meu vestido azul que tem um valor muito sentimental: usei-o  na minha Colação de grau, da Faculdade de Pedagogia.
Vendo outra pessoa vestida me senti muito feliz, o vestido estava guardado há quase  seis anos e, com certeza,   caberia em outra pessoa. Todos os deficientes visuais  participaram com muito entusiasmo e alegria, pessoas sempre sorridentes que trazem grande exemplos de vida e de superação para nós. Este momento na Biblioteca foi muito rico de afetos, carinho, conversas e muita inclusão. Fiquei muito emocionada ao ajudar vários deficientes visuais a escolherem suas roupas, meus olhos, naquele momento, foram a visão deles, na confiança que eles depositaram em mim. Na hora, fiz uma reflexão  e ia
compartilhar com o grupo,  mas acabei não comentando. Deixo agora registrado aqui: vejo os deficientes visuais como seres humanos de muita luz, em todos os momentos do Bazar;  eles se encontravam alegres, participativos e com muita sede de transformação. A professora e escritora Dinorá, funcionárias da Biblioteca e todos os colaboradores conduziram o Bazar com muita alegria, num clima de confraternização, afinal, ela é uma amante eterna da inclusão social. Todos os participantes estavam ali com um sentimento de união,  de pertencimento de um grupo.”

Maravilhoso depoimento, Alexandra Alexandria que  é membro titular da AIAB – Academia Inclusiva de Autores Brasilienses,  grata por ter registrado toda a abertura da 14a  edição do Bazar, atuou como fotógrafa e solidária da visão.
 
Já o 2º depoimento veio de Renata Aparecida Gomes, artesã, funcionária da Bibliobraille e também 2ª secretária da AIAB – Academia Inclusiva de Autores Brasilienses:
“Bazar literário de 2019 da Biblioteca Braille Dorina Nowill
Organizar o bazar da Braille é uma festa de emoções, uma festa interna.
Cada roupa traz uma memória e cria outras, cada peça de roupa que toco lembro  de alguém que nela se encaixa, vejo um deficiente visual que por meio dos meus olhos, se desmancha de alegria, vejo o seu sorriso e o abraço caloroso que recebo.
Junto os meus sentimentos e imagino como a pessoa que irá vestir a roupa que escolhi ficará, vira uma festa de beleza e emoção.
Organizar o bazar e ver a alegria das pessoas tocando as peças com brilho no olhar... vejo o quanto é amoroso e divertido fazer a composição das peças, dando a elas opções e ideias de como vesti-las, acompanho tudo isso no decorrer do bazar.
Daí imagino... cada pessoa com uma história, umas contam que darão de presente e falam da alegria que foi dar de presente uma roupa comprada no nosso bazar... outras falam que vão vestir a roupa no Natal ... e outras alegres por encontrar no bazar uma peça que muito desejava e não podia comprar, se encantam ainda mais quando digo: eu também uso muita roupa desse bazar... são muitas histórias.”
Admirável esse olhar de amorosidade da nossa eficiente organizadora do bazar que, junto com Leonna Fontes, forma uma dupla  imbatível nessa ação que une a literatura com o vestuário! Leonna foi a audiodescritora no desfile que acontece no bazar e ocupa a função de Diretora do mesmo, onde Renata ocupa a de assessora.

A 3ª convidada, também membro titular da AIAB – Academia Inclusiva de Autores Brasilienses, ocupa a cadeira no 2, onde tomou posse com seu deficiente visual André Ricardo, na Feira de Ciências e Tecnologias/2017 – Salete Moreira, uma artista da cultura popular, autora de poemas e de livros infantis inclusivos.
“Bazar Braille
        Salete Moreira
De repente,  você se depara com sorrisos largos e com a alegria de saber que você fica mais jovem, mais bonita, mais atraente, mais amigo, mais dócil, mais tudo. Porque houve alguém que adivinhou o que realmente eu estava querendo. É novembro, época em que a Biblioteca Braille toma ares de shopping, não importa se está na moda, não importa se é novo ou semi-novo,  o que realmente  muda o humor dos frequentadores é que o Bazar tem ares e aspectos de festa, a festa da partilha, da doação de amor e carinho, da gratidão de quem compra, de quem organiza e de quem usa para ficar assim bem fashion, como o desfile que enche de encanto e de elegância quem vai entrar na Passarela Braille. É festa, é confraternização, é sorriso estampado no rosto que emana do coração. Venha viver também estes momentos mágicos. Participe você. também, do Mágico Bazar Braille. Abs Dinorá
                                                                                                                  Maria Salete Costa Moreira”
Mais depoimentos nas redes sociais: 
 De Maria Lenir Alves Ribeiro:  "Parabéns a todos que contribuem para esse evento tão especial,. onde é notória a felicidade dos envolvidos... os atores mostram que a arte já faz parte desse espetacular momento de inclusão. A querida Leonilde Maria Fontes  brilha com sua autodescrição, com seu modelito lindo... figura importantíssima nesse famoso Bazar Literário na Bibliobraille. Por sua garra, Dinorá Couto Cançado e empenho; por essa excelente equipe, só me resta desejar-lhes, sucesso sempre!"
De Leonilde Maria Fontes Fontes: "Temos a honra de trabalhar num local de transformações inclusivas, gratidão a todos que fizeram parte dessa realização de sucesso,  doadores, compradores, divulgadores, voluntários, frequentadores, e equipe Braille, gratidão. Estamos bem felizes com o trabalho de tanta gente que participa dessa festa que é nosso Bazar Literário."

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também