Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Cultura > O jantar

O jantar

Cultura por Renata Barcellos em 2020-03-16 18:43:43

    A peça "O Jantar" teve três apresentações no Teatro Candido Mendes, nos dias 02 , 03 e 09 de Março. Conheci a atriz, escritora e produtora teatral, Kyra Kahu através da atriz e poetisa Gisele Lemos (também parte do elenco). Fui para prestigear a amiga do meio literário. Adorei!!! Vale a pena conferir!
    Kyra Kahu elaborou um texto surpreendente. Prende a atenção da plateia até o momento da descoberta de quem cometeu o crime. Há um tempo não assisto nada assim. Louca para assistir as outras peças. Vem aí, após coronavírus, 9.2. 
    O elenco constituído de 14 atores (Kyra Kahu, Nathalia Queiroz, Nicoli Correia, Ana Ramos, Ana Luiza Nunes, Crina Duke, Felipe Gonçalves, Mario Sampaio, Paulo Matoso, Jefferson Correia, Laila Cristina, Lucas Ronconi, Luan Avelino e Gisele Lemos) se reveza em cena o tempo todo. As cenas são dinâmicas. Embora o espaço do teatro seja pequeno, comporta todos. Vale destacar a atuação principalmente da empregada Alma Amora. O enredo narra a história de uma jovem e bela nordestina, recém-chegada ao Rio de Janeiro, vai trabalhar na casa de uma ricaça. E, durante um jantar, ocorre um furto das joias da patroa. Ela é acusada de ter pegado algo de muito valor de sua patroa. A partir daí, é mantida presa e torturada para que confesse o crime. Assim, ficou Alma Amora meses até que ... (só assistindo). Esta  personagem é baseada em uma história real dos anos 80.    
    O espetáculo traz questões cada vez mais relevantes a serem pensadas na contemporaneidade: a palavra de uma empregada e patroa, as relações patroa X empregada, o tratamento recebido por uma suspeita de crime, impunidade de quem tem dinheiro...
    Termino esta breve apreciação com as palavras da personagem Alma: “Guardo as feridas no corpo não mais no coração”. “Gente rica pode fazer o que quiser, sai impune”.
                                      Agenda das peças de Kyra Kahu:
- 9.2, no Teatro Cândido Mendes, 23 e 30/3, às 20:00
 - Os Clones, no Shopping da Gávea, no Teatro Vannucci, às 21:30, 26/3.
- A lavandeiria, no Shopping da Gávea, no Teatro Vannucci, às 21:30, 2/4.
- Minhas sogras,no Teatro Cândido Mendes, 3f (de 02 a 30/7), às 20:00
 
TEXTO:
KYRA KAHU
DIREÇÃO
MATHEUS GUELSI
TRILHA SONORO ORIGINAL:
FRANCISCO PONS
GÊNERO: DRAMA
CLASSIFICAÇÃO: 12 anos
DURAÇÃO: 70 min

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também