Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > Belo Horizonte ganha seu Festival Literário Internacional A primeira edição do FLI-BH, realizado pela Fundação Municipal de Cultura, acontece em

Belo Horizonte ganha seu Festival Literário Internacional A primeira edição do FLI-BH, realizado pela Fundação Municipal de Cultura, acontece em

Literatura por em 2015-03-05 21:16:56

Com o tema “Imagina o Mundo, Imagina a Cidade”, a programação do evento prevê conferências, palestras, mesas de debates, oficinas, saraus, exposições, narrações de histórias, performances e apresentações de teatro e sessões de cinema. Escritores brasileiros e de língua espanhola, especialmente os latino-americanos, serão destaques. Grandes nomes do cenário literário nacional e internacional estão previstos, além das presenças de especialistas e pesquisadores do campo da leitura e literatura, que oferecerão ao público oficinas especializadas, como de escrita literária e dramatúrgica, ilustração, editoração, mediação da leitura e outras.

 

Segundo Leônidas Oliveira, a criação do Festival Literário Internacional é plano de governo e vem ao encontro com a política do livro e leitura desenvolvida pela Fundação Municipal de Cultura que inclui a realização de dois dos mais importantes e tradicionais prêmios literários brasileiros, o ‘Cidade de Belo Horizonte’ e o ‘João-de Barro’. “Durante todo o ano, a Fundação promove de oficinas, rodas e clubes de leitura, encontros com escritores, ilustradores e especialistas nas suas vinte bibliotecas públicas espalhadas pela cidade. O Festival será o coroamento dessa política que transformou Belo Horizonte na cidade que mais lê no país. Esperamos que esse seja o primeiro de uma série de festivais de literatura visando o crescimento e a expansão das políticas setoriais do livro e leitura na cidade”, conclui Oliveira

 

O ponto de partida para o 1º FLIBH é a utopia do ‘Cavaleiro Andante’, representada pelo romance “Dom Quixote”. Em 2015, são comemorados os 400 anos de publicação da segunda parte do clássico espanhol. Ainda movimenta a programação do evento uma campanha de arrecadação de livros literários. Eles serão entregues ao projeto “Ponto do Livro”, que oferece obras gratuitamente nos pontos de ônibus da cidade. Entre abril e maio, haverá uma espécie de aquecimento, com oficinas e rodas de leitura nas bibliotecas públicas de Belo Horizonte e encontros de formação com professores, bibliotecários e auxiliares de bibliotecas da rede pública municipal de educação.

 

“O FLI-BH é a culminância de todas as ações para a formação de leitores e para a promoção da literatura que a FMC desenvolve o ano inteiro. Queremos trazer a Belo Horizonte novos autores, escritores já consagrados, ilustradores, especialistas e artistas, com discussões sobre a escrita e a leitura de literatura, com o principal objetivo de aproximar livros e pessoas”, afirma Fabíola Ribeiro Farias, coordenadora do Festival.

 

Curadoria

 

Afonso Borges – Natural de Belo Horizonte, é escritor, poeta, jornalista e gestor cultural. Escreve desde os 15 anos, com publicações em diversos jornais e revistas. Tem quatro livros publicados, três de poemas e um com Frei Betto.  É o criador do projeto \"Sempre Um Papo\" que, desde 1986, realiza debates associados a lançamentos de livros por todo o País, tendo alcançado a marca de mais de 6.000 eventos. É cronista do jornal Hoje em Dia e comentarista da Rádio CBN Belo Horizonte. É o criador e gestor do Fliaraxá - Festival Literário de Araxá.

 

Leida Reis – Natural de Patrocínio (MG), é jornalista com formação pela UFMG e pós-graduação pela FGV. Trabalhou nos jornais Diário do Comércio, Estado de Minas, O Tempo, sendo atualmente editora executiva do Hoje em Dia. Vencedora dos prêmios Fiat Allis, de Jornalismo Econômico, e Délio Rocha, do SJPMG. Autora do livro de contos \"The Cães Amarelos\" (edição da autora, 1991) e dos romances \"A Invenção do Crime\" (ed. Record, 2010) e \"Quando os Bandidos Ouvem Villa-Lobos\" (ed. Manduruvá, 2012), participou como escritora convidada de mesas de debate nos eventos Bienal do Livro Minas (2010), Flipoços (2012) e Seminário “Literatura, Vazio e Danação”, da Unimontes (2013).

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

luciana

Olá,desjo receber informações sobre sarau de poesia,também me candidatar a fazer leituras para crianças ou deficientes visuais.Vocês tem alguma coisa assim? Obrigada.

monica

Bom dia, não entendi sobre a data desse evento e como poderia participar, pois sou tambem poeta. Grata. Monica

Publicidade

Veja também