Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Cultura > Exposição conduz o público a refletir sobre o consumismo e suas formas

Exposição conduz o público a refletir sobre o consumismo e suas formas

Cultura por em 2015-05-19 21:36:07
A ideia de “Desconstrossumismo” surgiu a partir de um estudo sobre a obra de Manoel de Barros. “Pensamos muito sobre o poema de Manoel de Barros e veio a vontade de desconstruir objetos, ressignificá-los de alguma maneira. A partir disso, pensamos em abordar a revolução industrial e também temas ligados ao consumismo, algo tão evidente na nossa sociedade”, comenta Frank Soarbine.

Flaviana Lasan complementa que o trabalho pretende mostrar que o ser humano está à mercê do consumismo, mas que essa relação pode ser modificada se houver a percepção que o objeto que deve permanecer à mercê do homem. “Hoje o objeto tornou-se vital para o ser humano. A vida de uma pessoa se tornaria o caos caso o celular desaparecesse, por exemplo. As pessoas criaram uma relação afetiva com os objetos e passaram a depender deles, deixando de lado as relações humanas. No poema de Manoel, o objeto está a serviço da poesia. Em ‘Desconstrossumismo’ ele está a serviço da arte e da reflexão”, pontua.

Entre os objetos expostos na amostra estão um “engolidor de palavras”, inspirado em um telefone celular e uma máquina de tear, que interage com o público que pode girar uma roldana e visualizar mensagens que remetem ao tema da exposição. Um ambiente que convida ao silêncio e a fruição de outros objetos, ou melhor, “desobjetos” que conduzem a uma percepção dos sentidos

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também