Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Geral > A Fundação Municipal de Cultura apresenta no Centro Cultural Pampulha (CCPAM) até o dia 30 de junho, a exposição “Bandeira da Prevenção”. A

A Fundação Municipal de Cultura apresenta no Centro Cultural Pampulha (CCPAM) até o dia 30 de junho, a exposição “Bandeira da Prevenção”. A

Geral por em 2015-06-23 11:15:53
A Fundação Municipal de Cultura apresenta no Centro Cultural Pampulha (CCPAM) até o dia 30 de junho, a exposição “Bandeira da Prevenção”. A mostra retrata, a partir de bordados construídos coletivamente por 18 mulheres, um trabalho de mobilização e conscientização para a prevenção ao uso de álcool e outras drogas. 

A exposição composta por um tecido de 3,5m por 3m é resultado da reunião de 20 peças, bordadas ao longo de oficinas oferecidas no local. “Bandeira da Prevenção” pode ser visitada até 30 de junho, de terça a sexta-feira, 9h às 18h, aos sábados, das 9h ás 13h. O Centro Cultural fica na Rua Expedicionário Paulo de Souza, 185, Urca, e a atividade é gratuita.

Identificando a droga como presença desagregadora de famílias e potencial geradora de violência na comunidade, o CCPAM realizou, junto às senhoras bordadeiras que se reúnem todas às sextas-feiras no espaço, um trabalho de mobilização social contra as drogas. Durante o processo de construção da obra, o grupo elencou uma série de valores humanos com potenciais preventivos como amor, carinho, apoio, cultura e outros tantos termos que foram cuidadosamente bordados em um tecido de 3,58 por 3,00 metros, juntamente com a silhueta das mãos de cada participante do grupo, que abraça um boneco também bordado no tecido que representa um \"indivíduo coração”.

Para desenvolver o bordado, o grupo realizou um trabalho de reflexão sobre as drogas por meio de palestras e rodas de conversas. O tema foi definido durante a oficina, democraticamente pelo grupo, por ser um problema que atinge muitas das participantes, que têm familiares padecendo sob o uso e abuso de drogas, outros já falecidos ou encarcerados devido ao envolvimento com trafico de entorpecentes.

As artistas responsáveis pela criação da obra foram as participantes das oficinas “Bordando Vidas” e “Ponto de Prosa”, ambas realizadas nas sextas-feiras quinzenalmente intercaladas, com 18 participantes. O processo de criação coletivo cada uma das participantes bordar sua mão, seu nome e uma das palavras utilizadas para prevenir o uso de drogas, que é o tema central da Semana de Prevenção ao Uso e Abuso de Álcool e outras drogas que acontecerá de 19 a 26 de junho de 2015.

Oficinas de Bordado no CCPAM

Os bordados foram produzidos a partir da junção de duas oficinas que acontecem no Centro Cultural Pampulha: a de bordado livre “Bordando Vidas”, ministrada por voluntárias do SESC, e a oficina do centro denominada “Ponto de Prosa”, que além do bordado também aprofundou no debate sobre o tema com palestras e rodas de conversa. As duas oficinas são realizadas nas sextas-feiras, quinzenalmente, e intercaladas, das 14h às 16h, sendo as aulas gratuitas.

fonte FMC   -  foto -  divulgação

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também