Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > Design Thinking

Design Thinking

Literatura por Betty Silberstein em 2015-06-25 12:23:09

                

10 ferramentas para usar Design Thinking no mundo dos negócios

Insights foram retirados da obra “A magia do Design thinking”, de Jeanne Liedtka e Tim Ogilvie

 

Em um cenário altamente competitivo inserido num contexto de crise política e econômica, é iminente o desafio da gestão brasileira por fazer cada vez mais com menos.  Com isso, a obra A magia do Design Thinking, de Jeanne Liedtka e Tim Ogilvie, que chegou ao Brasil recentemente pela HSM, explora como usar os conceitos de Design Thinking no mundo dos negócios, para agir e ir além do discurso, lidar com as incertezas e obsessões por análises, uma vez que o mundo não é nada estável e previsível.

 

O processo de Design lida com quatro questões básicas: O que é?;  E se?; O que surpreende? e O Que funciona?

 

De acordo com a obra, para abordar essas perguntas fundamentais, o design thinker usa dez ferramentas, com o objetivo de navegar dentro do padrão dos raciocínios divergente e convergente, a fim de criar novas possibilidades, reduzir riscos, administrar as incertezas inevitáveis do crescimento e acima de tudo inovar. São elas:

 

1.       Visualização: usar representações visuais  para imaginar possibilidades e dar-lhes vida.


2.       Mapeamento da jornada: avaliar a experiência em curso pelos olhos do cliente.


3.       Análise da cadeia de valores: avaliar a cadeia de valores vigente que embasa o dia a dia do cliente.


4.       Mapeamento mental: gerar insights com base em atividades de exploração e usando-as para criar critérios de design


5.       Brainstorming: criar novas possibilidades e novos modelos alternativos de negócio.


6.       Desenvolvimento de conceitos: conjugar elementos inovadores numa solução alternativa coerente que pode ser explorada e avaliada.


7.       Testes de premissas: isolar e testar premissas-chave que levarão ao êxito ou ao fracasso de um conceito.


8.       Prototipagem acelerada: expressar um novo conceito numa forma concreta de exploração, teste e refinamento.


9.       Cocriação com o cliente: envolver os clientes para participarem na criação da solução que mais se adequar às suas necessidades.


10.   Lançamento da aprendizagem: criar um experimento acessível que permita aos clientes vivenciarem a nova solução por um período mais longo de tempo, para testar as premissas-chave com dados de mercado.

 


O livro A magia do Design Thinking – Um kit de ferramentas para o crescimento rápido da sua empresa é de autoria de Jeanne Liedtka e Tim Ogilvie. Publicado pela Editora HSM.
 

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também