Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Cultura > Augusto Lopes Journaliste du Journal Gazeta Lusófona

Augusto Lopes Journaliste du Journal Gazeta Lusófona

Cultura por em 2015-07-31 18:37:46
O Escritor Augusto Lopes apresentou o seu 3º livro  MEU SOL DE GENEBRA, no passado dia 12 Julho, na Fnac, em Viseu, ás 17h.

Augusto Lopes é natural de Viseu, Portugal, onde fez os estudos de  Designer de Mobiliário e Engenharia de Madeiras, na Escola Superior de Tecnologia de Viseu, tendo ganho uma Bolsa de Estudo  para estudar  na Universidade de Liubliana, na Eslovénia, através do programa Erasmus.

Actualmente a viver em Genebra, onde trabalha como Técnico numa empresa de mobiliário, alia a sua atividade de escritor com as de jornalista do Jornal Gazeta Lusófona, na revista Lusitânia Contact, historiador, etnógrafo, locutor na  rádio Arremesso,  músico e elemento muito ativo em várias associações culturais de Genebra.

Desde bem novo começou a participar em concursos de prosa,  como foi o caso em 1990, com o romance “Sons de Silêncio”.
Continuou a escrever colaborando  em vários jornais e revistas, tanto em Portugal como no Brasil, tendo editado neste país  o livro "Vil de Souto- Cantinho da Beira Alta", em 2001, pela Editora Muiraquitâ, de Niterói.
No ano de 2004 surge  "Meu Sol de Inverno", desta vez com edição de autor, em Portugal, e em 8 de Novembro de 2014 foi apresentado na Suiça o  seu mais recente  romance, Meu Sol de Genebra, com edição da Chiado Editora.

No passado dia 12 de Julho, Augusto Lopes fez a apresentação da obra  Meu Sol de Genebra na FNAC, no Palácio do Gelo,em Viseu, tendo sido feita a apresentação pela Dra Rosa Fernandes,  ilustre professora de Letras, estando ela também a traduzir esta obra para a lingua  francesa e será brevemente editada pela Chiado Editora. 
Este evento teve ainda a animação da  Tuna Regional de Orgens.

Em Maio de 2015 Augusto Lopes foi convidado a participar no Salon International du Livre et de la Presse, em Genebra, por onde passaram cerca de 95 000 pessoas.
Ainda na Suiça foi recentemente entrevistado pela TVI, entrevista esta que irá passar brevemente no programa da Fátima Lopes «A Tarde é Sua»

José Cesário ( Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas) fez o comentário desta obra e assim refere:
«Augusto Lopes, nascido em Viseu, é um jornalista, locutor e um elemento ativo da Comunidade Portuguesa de Genebra.
Trata-se de um romance atual, que aborda algumas das interrogações essenciais que acompanham o homem, nomeadamente acerca da vida, a fé e  religião.
O Meu Sol de Genebra é simultaneamente uma história de amor, escrita de uma forma cuidada e sensível e um retrato de factos e aspectos da vida quotidiana, descritos de forma realista e detalhada, mas sempre estimulante... Por todas estas razões Meu Sol de Genebra é uma obra dotada de grande sensibilidade e valor literário que interessa a todos os leitores e muito em particular áqueles que fazem parte do universo da nossa Diáspora e se podem rever nesta obra.»
Está já agendada a apresentação desta obra editada em francês, no dia 12 de Dezembro deste ano, em Genebra, assim como outras para para Lisboa, Porto e ainda no Brasil.

SINOPSE

Miguel perde seus pais num acidente rodoviário, quando estes regressam do Santuário religioso de Fátima.
Este inesperado facto vai influenciar muito o seu dia a dia, sempre revoltado com  o mundo exterior, contribuindo ainda para o  seu afastamento da fé em Deus.
Agora, diante de um novo acidente e sentindo-se novamente injustiçado, intensifica a sua revolta...
Margarida, uma enfermera divorciada, vem a conhecer, no seu meio profissional, este acomodado jovem e cuida dele enquanto doente.
Durante a partilha desses momentos de sincera amizade, nasce um amor entre eles. Chegará a florescer? 
A posição conservadora de Miguel e os receios do confronto familiar e social, não,  favorecem a sua total entrega numa relação amorosa, repleta de ternura, mas comprometedora....

Meu Sol de Genebra  representa assim o personagem Miguel, num sentido metafórico, dado a sua instabilidade a nìvel emocional, sempre muito arreigado às tradições antigas de sua aldeia em Portugal e acaba por reencontrar a felicidade e paz interior depois de se mudar para Genebra!
A convivência e o afeiçoamento com a cidade ajudam-no a tomar decisões quanto à paixão que os consome, levando-o muitas das vezes a guiar-se com o coração ora a ser extremamente racional.

Augusto Lopes pretende revelar neste livro o quanto é importante manifestarmos o nosso amor e oferecê-lo a quem amamos, usufruindo da nossa liberdade de escolha.

Estas páginas são assim a revelação de uma simples história de amor, baseada num romance verídico e que nos deixa a pensar em como é bom sermos livres para amar!

Augusto Lopes
Journaliste du Journal Gazeta Lusófona  
(Genève) Suisse
Natel: 0041 (0) 76 789 05 40

http://www.gazetalusofona.ch/

Facebook:  http//:facebook.com/augustolopeswriter

Blog:         http//:augustolopesescritor.blogs.sapo.pt

 
Fonte -  Assessoria do escritor 
Foto   -  Divulgação

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também