Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Literatura > A segunda palestra do Ciclo, Os críticos pelos críticos, na Academia Brasileira de Letras

A segunda palestra do Ciclo, Os críticos pelos críticos, na Academia Brasileira de Letras

Literatura por em 2015-08-05 22:10:45
Na segunda palestra do Ciclo “Os críticos pelos críticos”, na ABL, o professor Paulo Franchetti falará sobre “A crítica literária no Brasil hoje professor,  escritor, poeta e ficcionista Paulo Franchetti fará a segunda palestra do ciclo “Os críticos pelos críticos” – A crítica literária no Brasil hoje – , sob coordenação do Acadêmico Arnaldo Niskier.
A conferência está marcada para o dia 11 de agosto, terça-feira, às 17h30min, no Teatro R. Magalhães Jr., Avenida Presidente Wilson 203, Castelo, Rio de Janeiro. Entrada franca.

Serão fornecidos certificados de frequência.

O Acadêmico Antonio Carlos Secchin é o coordenador-geral dos ciclos de conferências de 2015.

“Os críticos pelos críticos” terá mais duas palestras, sempre às terças-feiras, no mesmo local e horário, com os seguintes dias, conferencistas e temas, respectivamente: dia 18, Roberto Acízelo, Os críticos do Romantismo; e dia 25, Renato Lessa, A crítica sociológica.

Formado em Letras (Português/Francês) na Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Araraquara (1975), Paulo Franchetti é mestre em Teoria Literária pela Unicamp (1981), doutor em Letras pela Universidade de São Paulo (1992) e livre-docente pela Unicamp (1999).

De 2004 a 2015, quando se aposentou, Franchetti foi professor titular do Departamento de Teoria Literária da Unicamp. De 2002 a 2013, dirigiu a Editora da Universidade, presidindo seu conselho editorial.
Atua na área de Letras, com ênfase em Teoria Literária, Literatura Brasileira dos séculos XIX e XX e Literatura Portuguesa do século XIX.

Franchetti é especialista em literatura portuguesa, sobretudo das obras de Camilo Castelo Branco, Eça de Queirós, Oliveira Martins, Camilo Pessanha e Fernando Pessoa. No Brasil, publicou, entre outros livros, os ensaios Alguns aspectos da teoria da poesia concreta, Nostalgia, exílio e melancolia - leituras de Camilo Pessanha, Estudos de literatura brasileira e portuguesa e organizou o volume Haikai – antologia e história. Preparou para a Ateliê Editorial, edições comentadas de O Primo Basílio, Iracema, A cidade e as serras, Dom Casmurro, Clepsidra e O cortiço (2011).

Em Portugal, Franchetti publicou a edição crítica da Clepsydra, de Camilo Pessanha, a antologia As aves que aqui gorjeiam - a poesia do Romantismo ao Simbolismo e o ensaio O essencial sobre Camilo Pessanha.
Também é autor da novela O sangue dos dias transparentes, da coletânea de haicais Oeste/Nishi, do livro de sátiras Escarnho e dos livros de poemas Memória futura e Deste lugar.

Fonte -  ABL
Foto   -  divulgação

Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também